Russian Circles + Helms Alee

Poster by Münster Studio

Poster by Münster Studio

RUSSIAN CIRCLES + HELMS ALEE
16-04-2015, QUINTA (DATA ÚNICA EM PORTUGAL)
RCA CLUB, LISBOA
PORTAS 20:00
HELMS ALEE 21:00 – 21:50
RUSSIAN CIRCLES 22:15 – 23:45

Bilhetes (20€) à venda online na Amplistore e no RCA Club, Carbono Amadora, Carbono Lisboa, Glamorama, Flur e Vinilexperience.

Evento Facebook

rcOs Russian Circles são já parte integrante da família Amplificasom: a ligação é sanguínea, inabalável e recíproca; não obstante um Atlântico de distância, visitam-nos sempre que possível, trazendo-nos as malas cheias do melhor souvenir: a sua música. Crescemos como promotores, como público, e vimo-los crescer como banda, desde a sua estreia por cá, em 2008, até à graduação no palco maior do Amplifest, em 2013. Para o reencontro, e assinalando também a primeira apresentação em Lisboa do mais recente álbum Memorial, a próxima celebração da mestria instrumental dos Russian Circles está agendada para uma data única no RCA Club, na próxima noite de 16 de Abril.

A acompanhar os Russian Circles, os seus parceiros de viagem Helms Alee farão a sua estreia em Portugal e mostrarão o porquê da sua discografia — com ênfase no novo rebento Sleepwalking Sailors — ser um dos mais bem guardados segredos do sludge, acasalando o peso catchy da escola Melvins com a mordacidade do melhor indie rock.

Site Russian Circles · Facebook Russian Circles· Bandcamp Russian Circles
Bandcamp Helms Alee · Facebook Helms Alee

A última passagem dos Russian Circles foi no Amplifest 2013:

Jorge Silva 2013

Jorge Silva 2013

Dada a intensidade dos concertos, têm sempre casas cheias à sua espera e desta vez não foi excepção. A concentração de pessoas na Sala 1 nos momentos que antecederam o concerto espelhava bem o quanto se ansiava por um concerto de uma banda tão adorada por tantos e que, ainda por cima, tem disco novo na calha. É sempre um privilégio poder ver os Russian Circles em palco, especialmente com uma setlist escolhida a dedo para a ocasião. Entre uma animalesca bateria em Schipol ou uma arrebatadora Harper Lewis, tocamos em Memorial, o novo álbum, através de faixas já dadas a conhecer. Ouviu-se Deficit e Ethel, carregadas por uma atmosfera mais sombria e arrastada. Mas a grande surpresa estaria reservada para o encore, quando a rainha Chelsea Wolfe sobe ao palco para cantar o tema que dá nome ao disco, que resultou num dos momentos mais bonitos que as três edições do Amplifest já presenciaram. De olhos brilhantes veneramos quatro enormes músicos numa união perfeita, comovente, arrebatadora.
in Arte-Factos

Os Russian Circles estão cada vez mais irrepreensíveis.
in Ponto Alternativo

Finalmente, os Russian Circles fecharam o festival com uma actuação para a maior enchente que se viu naqueles dois dias, entregando uma chapada de mão fechada a todos quantos ainda se aguentavam nas pernas por força do riff e da pujança rítmica do seu baterista.
in Bodyspace

The band has being growing not only in recognition but also musically. Presenting their new record, Memorial, the band gave, as always, an energetic and gripping show with the Portuguese public supporting the power-trio.
in Cvlt Nation

Press: press@amplificasom.com (credenciais de imprensa termina no dia 14 de Abril)
+ info: amplificasom@gmail.com