A esposa de David Cronenberg

David Cronenberg’s Wife – Bluebeard’s Rooms [Blang 2008]

Chama a atenção não chama? Eu sei, também espreitei o som deste quinteto londrino depois de ler o seu nome. A capa veio depois. Nisto de referências hollywoodianas não bate os Natalie Portman’s Shaved Head, mas está muito bom. O som anda algures entre uns The Fall dos oitentas com uns Velvet Underground… Enfim, tento situar-vos preguiçosamente mas pensem nas etiquetas “indie”, “alternativa” e afins. As letras respiram humor negro, sarcástico e sardónico que nem algumas “britcoms” o têm. Temos poeta:

“What would you think if I said I married you / Just to get close to your teenage daughter?”
“When you told me on the phone, oh my god I’m shocked / What’s come between us? His big fat cock.”
“a vaginal swab on a murder-rape victim” / “baby suffocated by a crazy nurse on children’s ward”
“would you forgive me no matter what I do, even if it made you physically sick?”
“should I give him crank mobile phone calls” / “should I knee him in his empty balls”

Não estão no topo do pódio da genialidade, mas que são distintos e merecem o nosso tempo disso não há dúvidas. Espreitem este enquanto eu vou agora checkar o álbum mais recente.

Comentários

Comentar