A família Brötzmann

Falarei deles, Peter (o pai saxofonista) e Caspar (o filho guitarrista), em breve. Serve este tópico apenas para dar a conhecer, a quem ainda não conhece, a música extraordinária de ambos. Comecem pelo Machine Gun de ’68 para descobrirem a música do Brötzmann mais velho, e o Home de ’95 para o mais novo. Digam algo, música é isto.

Comentários

Comentar
  1. ::Andre::

    Pá, o pai é mestre, mas o álbum do filho é m/

    O SOMA de certeza que foi buscar inspiração, sobretudo para KTL (e último Khanate vá) ao Massaker, terceiro tema do Home. Aquela entrada é brutal!!!

  2. João

    não sei,tem tocado ao vivo, mas pouco mesmo assim, teve ai no porto a quase 2 anos com o fm einheit.

    mt de sunn tb foi inspirado pelo caspar, mais ao vivo que em disco secalhar. principalmente ali na fase black one. e tb se nota mais noutras cenas do que no “home”.
    o caspar tb é rapaz para extreme volumes, tambem há essa ligação.
    o steve von till tb já falou no caspar como influencia.