A rodar…

Katabatic – Vago EP [Ed. Autor, 2007]
Os lisboetas Katabatic juntamente com os Riding Panico e os The Allstar Project são um dos projectos mais interessantes do pós_______ (inserir categoria preferida) instrumental português. Vago, este primeiro trabalho, é um pontapé de saída muito positivo e, espero eu, o começo de uma grande banda.
Acreditava mais facilmente se me dissessem que este EP tinha sido escrito numa qualquer planície alentejana em vez da stressada Lisboa tal é o isolamento e o relaxe que nos provoca quando o ouvimos, sobretudo de phones. É um vento morno de um pôr-do-sol isolado para fãs de bandas como os neozelandeses Jakob ou dos australianos Laura. Estou muito curioso em relação aos próximos passos que a banda vai dar. Mas, mais curioso estou, é para ver como tudo isto resulta ao vivo. Brevemente no Porto…
Tesa – Nekad [OSK, 2007]
Interessa-me saber as origens das bandas, curiosidade apenas. Os Tesa, cujo nome já deu origem a certas piadas, são de Riga, Letónia mas podiam ser primos americanos dos Isis, primos suecos dos Cult of Luna ou primos suíços dos Shora. Podiam, mas não são. Ah, e “Nekad” significa “Nunca”, pelo menos isso já aprendi. As referências citadas são óbvias mas gosto de pensar que as águas geladas do báltico são uma fonte de inspiração. Talvez sejam… Obrigatório!


Konono No.1 – Congotronics [Crammed, 2005]
Não conheço muitos músicos ou bandas africanas mas a vontade de explorar novos territórios e culturas musicais é muita. Neste caso, o que mais me despertou foi o facto de eles criarem os seus próprios instrumentos, queria ver a junção DIY misturada com a típica/ tradicional africana. Quanto ao som, o som é uma celebração, é como se o Carnaval se mudasse do Rio para Kinshasa. E Pedro, creio que tens razão, ao vivo é que isto deve render.

La Ira de Dios – Archaeopterix [Nasoni, 2006]
E depois de Lisboa, Riga e Kinshasa, eis que chego à América do Sul, Peru mais propriamente. Lá dos altos dos Andes chega-nos este trio com o seu space-rock psicadélico cantado em espanhol, claro. Tanto cheira a Setentas como a Kraut como a Stoner, es una fusión do caralho de una banda do caralho jajajajaja…


Gnaw Their Tongues – Reeking Pained and Shuddering [Aurora Borealis, 2007]
Recomendaria esta banda holandesa a fãs de Khanate e afins mas comparar os Gnaw com a ex banda de SOMA é comparar uma milícia militar com um recreio infantil. Uma metáfora vale o que vale, mas não se brinque com coisas sérias pois se os Khanate que para mim até são relaxantes, estes Gnaw mexem-me com o sistema nervoso. Melhor, mexiam, é que neste momento já estou possuído. E digo mais: se vocês forem malta de muitos pecados, ao menos já sabem o que vão a ouvir a caminho do inferno.


Skip James – The Complete Early Recordings [Yazoo, 1994]
Quem não conhece o Skip James não merece os ouvidos que tem. Aquele falsetto, aquela maneira de tocar, as letras e, porque não, a própria qualidade de gravação fazem-nos sentir a verdadeira alma dos blues. Se pudesse viajar uma única vez no tempo, seria para ver este homem com a sua guitarra. Amén. Ah, e quem não conhece o Skip James não merece os ouvidos que tem.

Teeth Of Lions Rule The Divine – Rampton [Southern Lord, 2002]
Só agora ouvi este super projecto composto pelo mestre Stephen O’Malley (Sunn 0))), Khanate, etc), Justin Greaves (Iron Monkey, Electric Wizard), Greg Anderson (Sunn 0))), Goatsnake, etc) e Lee Dorrian (Cathedral, Napalm Death) e é pena que só tenham este na discografia. É tão poderoso e desolador que fico com vontade de mais e mais. Mas, uma coisa tenho a certeza: não ia querer estar na mesma sala que estes senhores e os seus amplificadores. Já agora, se com os “Gnaw…” descobri o som do caminho para o inferno, aqui na “New Pants and Shirt” fiquei a saber como é a voz do diabo.

Comentários

Comentar
  1. João

    olha lá isso e plagio kem disse isso de khanate fui eu. :( pff k malcriado

  2. Crestfall

    LOL, é coisa para processo! Mas tb é coisa evidente… gostei da ligação com Teeth ehehe. La ira ainda só ouvi o que está no myspace e de tesa tb só 3 temas pq o disco não chegou por inteiro :-
    Katabatic já não me lembro ao que soam :-s

  3. ::Andre::

    na na joãozinho, tu disseste que os khanate ao lado deles eram uns meninos…ah pois :P

  4. Pedro

    Fiquei muito curioso com Tesa, a ouvir brevemente.
    Quanto aos Konono nº1 ainda os vamos ver ao vivo.
    Também vou sacar La Ira de Dios.
    Gnaw Their Tongues é muito porreiro.
    Skip James (conheci naqueles documentários sobre Blues…)
    Com os Teeth Of Lions terminas em grande esses sons.
    Boas recomendações!

  5. Joana Coimbra

    katabatic, se bem me lembro, é giro. gostava de ouvir..onde é q se arranja o ep? :x ah e veem ca? quando? ||:

  6. amebix

    Os konono ao vivo são a loucura,passei o concerto inteiro a abanar as ancas:).O gajo tinha aprendido a disser dança e repetiu a palavra uma centena de vezes.

  7. João

    ó joana os katabatic sao portugueses, o ep ou compras no myspace deles ou lojas de bolachas..
    konono sempre partiu!
    gnaw their tongues scarses the shit out of everyone. ja comprei tudo o k konsegui arranjar deles ai a venda. e o gajo n para de lançar malhas ja ai vem mais. ha tb um ep k saiu pela net vao ao myspace ta la
    tesa nao conheço tenho de ver isso melhor secalhar
    o skip james a ultima vez k o ouvi foi a espera k komeçasse acid mothers axo eu ou o concerto a k fui antes desse k axo k foi tiago sousa + umas gentes…ja n lembro bem mas é um grande artista.
    ó andré só aki entre nós tu konheces o fahey?

  8. ::Andre::

    claro que conheço o fahey, inclusive o nosso primeiro concerto de 2007 foi um “filho” dele.

    joana, tocam no dia de orthodox :)

    pedro, tenho esses documentários. se quiseres gravar…

    fua, soulseek is the answer.

  9. João

    o passaro é a maior invençao da historia da humanidade desde a roda.
    os documentarios sao os do scorcese? se for peçam-me links.

  10. João

    eu axo k ta kada vez melhor… :D dantes era bem mais lixado encontrar algumas coisas..

  11. João

    tapes, cd-r dificeis de arranjar tp enkontrei um gajo k tinha montes de cenas da blackest rainbow ja andava a procura dakilo ha meses..desd k tenhas a userlist certa akabas por aranjar tudo :)

  12. ::Andre::

    pois, também já lá encontrei algumas pérolas. mas mesmo assim, acho que a partilha por links é muito melhor…

  13. João

    para isso era perciso k todos fizessem uploads e haver maneira de os encontrar..teoricamente seria melhor nem k seja pela velocidade.o prob e k nao ha kuase nada em links…ha um ou outro blog mais dedicado só.

  14. ::Andre::

    há vários blogs porreirinhos hoje em dia. aliás, vou abrir um tópico para cada um partilhar os seus…

  15. João

    epa checkem a secção links no meu tem la muita cena.. até tem uns gajos manhosos ai do porto ou la k é : s’bem k esses nem bolachas teem :p