Ainda se fala de 2011? Cut Hands

14. Cut Hands – Afro Noise [Very Friendly]
William Bennett (Whitehouse) assume a sua paixão pelos ritmos africanos depois de quatro anos de estudo obcessivo e meticuloso sobre instrumentos congoleses e ganeses. O primeiro volume de Afro Noise, primeiro de muitos espera-se, seria O meu debut do ano se tal lista existisse. É uma incursão aos tempos pós-coloniais, uma experiência intensa onde a percurssão africana é o miolo e, mesmo que ele não saiba tal como no passado não soube, nos mostra o caminho da evolução do noise moderno.

Comentários

Comentar
  1. Rodolfo

    pelo que ouvi por alto no YouTube: boa malha! tenho de ver se ouço com mais atenção :)

  2. Tiago Esteves

    Ca ganda trip ó André…..Ambiente tribal mixado com electro….vou ouvir mais vezes, mas acho que me deste com este disco um bom miminho ;)