Comentários

Comentar
  1. Pedro Nunes

    andré, só vi essa tua pergunta hoje.

    Inesperadamente, os Loosers foram os primeiros a subir ao palco. Um longo improviso iniciado por ritmos livres, de seguida, um crescendo mais ruidoso e com vários efeitos, sobretudo vindos da guitarra. A parte final foi a libertação esperada com um ataque rock e a bateria a estilhaçar tudo. De seguida os Neokarma Jooklo Trio, fizeram-me questionar, quem paga para estes tipos andarem em tour. Uma série de instrumentos étnicos espalhados pelo palco, mas o máximo que souberam fazer com eles foi tocar rápido e fazerem barulho sem qualquer ponta por onde se pudesse agarrar. Salvou-se a miúda do clarinete que esteve muito bem num registo free-jazz. Tropa Macaca, pela segunda vez, fui embora antes do concerto terminar. Tanta pose mas continuo sem perceber o tipo de experimentação deste duo. A noite valeu pelos Loosers. O resto provavelmente trata-se de tanta abstracção que saiu da minha órbita.

  2. João

    ja vi os jooklo dar bons gigs, as ultimas vezes parecia um hippie freak-out manhoso no entanto :/

  3. amebix

    Concordo com o Pedro no rescaldo da noite,valeu pelos Loosers e pelas raparigas bonitas que passavam no maus hábitos:)

  4. ::Andre::

    Pedro, tens aversão aos TM pá. Aquilo que eu vi em Serralves é a tua cara!!

  5. Pedro Nunes

    Não sou gajo de nutrir aversão sem fundamento. Se noutro momento, voltar a reencontrar os TM em concerto, certamente que irei ver e tirar conclusões.