AMPLIFEST 2012: Barn Owl / Passos Manuel

André Coelho

O drone é dos géneros em mais franca expansão nas periferias da música moderna. Os caminhos do ruído não foram trilhados porque poucos foram os que se arriscaram nos seus encantos, de feições mais duras – os Earth deram-lhe o toque hipnótico e os Sunn O))) levaram a receita ao mais físico dos conceitos. Nos anos mais recentes, temos os Barn Owl, Evan Caminiti e Jon Porras, que entre os seus diálogos de guitarras assombram mentes com sons ritualísticos, num abraço constante ao sobrenatural em que a racionalidade e o empirismo não são esquecidos.

Depois de nos dois últimos anos se terem confirmado como uma referência para a música experimental, a dupla norte-americana tem-se dedicado a explorar os sons da letargia, entre guitarras e teclados e um profícuo trabalho a solo, onde a qualidade – medida não só, mas essencialmente, pelo impacto da sua música – nunca foi descurada. Se 2011 foi o ano dos assombrosos Lost in the Glare, o mais recente registo de longa-duração, e do EP Shadowland, 2012 é uma no em que os protagonismo se dividem entre digressões conjuntas e novos álbuns em nome próprio, tanto de Caminiti quanto de Porras.

Mais importante ainda, 2012 é o ano do regresso de Barn Owl ao Porto. Na primeira edição do Amplifest, a banda de São Francisco sentou, encantou e induziu uma sala inteira nas mais belas alucinações, naquilo que foi visto por muitos como um dos grandes concertos da primeira edição do nosso festival. Em Outubro próximo, os autores de Ancestral Star repetem a dose e fazem as honras do Amplifest no Passos Manuel, naquele que será o primeiro dia das 72 horas mais aguardadas destes 12 meses.

Everything about Barn Owl is imbued in rationality, even though they sound as ritualistic and cathartic as imaginable. Jon Porras and Evan Caminiti are nothing less than this empirical and sonic approach of the unknown to the human mind and ears. Every chord, every note they pluck in their guitars is the sound of what we all fear, as women, men and believers. Amazingly, they embrace it as any scientist regards doubt – and all that is dark becomes bright to the listener, living an induced dream.

Since 2008, Porras and Caminiti have been releasing record after record without dropping even a little bit the quality that caught the attention of drone fans and specialized critic. Ancestral Star, sealed by Thrill Jockey in 2010, made official what was already a fact: Barn Owl is one of the best drone bands around and their creativity knows no bounds. Last year’s Lost in the Glare, as well as the most recent solo records of both Porras and Caminiti are merely drops in the ocean of a never ending creativity from the San Francisco duo.

Barn Owl will kick-off Amplifest’12 in the most perfect venue for their sound: Passos Manuel.

Comentário

Comentar
  1. T. Ramiro

    A primeira vez que sonhei com estes gajos no Porto, foi precisamente no Passos Manuel. :)