Amplifest 2013: Putan Club

We’ve been working with François Cambuzat for years now, and that’s not something likely to change in the meantime. And here’s why: the French guitarist excels in expression, more than technique. The guitar and François’s ability to manipulate its sound is a medium to achieve a true artistic action. Putan Club, a solo moniker of the L’Enfance Rouge’s guitarists, is a free music concept, which often embraces other languages — thence the regular collaborations with Lydia Lunch, and the video projections during its performances. In the beautiful Mercedes, by Douro river, François is due to start a fire inside of us.

François Cambuzat não é, de forma alguma, um estranho para os palcos portugueses, muito menos para o Amplifest. O seu percurso com os L’Enfance Rouge já o trouxe para estes lados, no que foi uma preparação muito justa do que o seu criativo apetite para a acção destrutiva o leva a concretizar com Putan Club, o seu projecto mais vincadamente ligado com a acção artística. Trata-se da intervenção como palavra de ordem, com um aspecto performativo trabalho na projecção de imagens numa clara intenção de ultrapassar a música como meio único da fúria humana numa guitarra. No Amplifest, será uma guitarra e muita vontade de pintar acção com frequências.

Comentários

Comentar