AMPLIFEST 2014: PETER BRÖTZMANN & STEVE NOBLE

Artwork by André Coelho


Exercendo uma influência contínua no free jazz durante uma carreira que abrange o último meio século, Peter Brötzmann tem no seu nome quase um sinónimo deste género musical – mais de uma centena de gravações no currículo (entre as quais o seminal Machine Gun), incontáveis digressões por todo o planeta e dúzias de colaborações com nomes tão importantes e díspares como Derek Bailey ou Keiji Haino atestam-no. Peter Brötzmann pisará o sempre ecléctico palco do Amplifest para uma actuação em que o seu ruidoso, por vezes violento, saxofone desafiará todas as regras da música. A acompanhá-lo estará Steve Noble, um dos mais relevantes bateristas do panorama da música improvisada e que é também membro dos experimentalistas Æthenor. Uma lenda viva em palco, uma honra para o Amplifest e uma oportunidade imperdível para todos nós.

Site · Facebook · Video

Free jazz wouldn’t be what it is today without the continuously influential work of Peter Brötzmann. The german saxophonist’s defining contributions to the genre span almost fifty years; with more than one hundred records in his portfolio, like the seminal album Machine Gun, Brötzmann has toured all over the world and collaborated with dozens of other influential musicians, from Derek Bailey to Keiji Haino. In another testament to the festival’s eclecticism, Peter Brötzmann will grace Amplifest with his challenging approach to music and the noisy, often violent stream of notes that pours out of his saxophone. Joining Brötzmann on stage will be Steve Noble, who’s one of the most notable drummers in the improv scene and also a member of experimental outfit Æthenor. It will be a tremendous honour for Amplifest and an unmissable opportunity for us all to behold a living legend at work.

Comentários

Comentar