Amplificasom 2006-2012 por José Loureiro

Por espaços marginalizados e alternativos até às principais salas de espectáculo do Porto, tenho acompanhado o desenvolver e amadurecer da Amplificasom ao longo dos últimos 5 anos. Estou ciente que a casa já completa 6 anos, mas só me estreei num concerto da marca em 2007, mais concretamente na estreia (e até à data, a única presença) dos Pelican em Portugal (a “Drought” ainda ressoa nos ouvidos).

Desde então vi a Amplificasom a assumir uma identidade cada vez mais própria, que se estabelece, paradoxalmente, numa insistência em não se repetir. Uma agenda ecléctica, não agarrada a rótulos ou públicos, inserida em diversos contextos são testemunho duma atitude descomprometida e dinamizadora, que demonstra o esforço e paixão por detrás de cada concerto. Espero que essa vontade nunca esmoreça.

Feliz aniversário, Amplificasom. Venham outros tantos.

PS:  Tragam Eagle Twin outra vez!!

Comentários

Comentar