Árvore

“Quando abatiam uma árvore, os lenhadores bávaros tiravam por alguns momentos o gorro e pediam a Deus que lhe concedesse o eterno descanso. Há uma religiosidade da madeira; o seu florescer e o seu envelhecer fazem-nos sentir irmanados com as árvores.”

in “Danúbio” de Claudio Magris

Comentários

Comentar