Arquivo



Parabéns, Arte-Factos!

A Arte-Factos, uma das nossas zines preferidas, faz dois anos e celebrará esta noite, no Musicbox, com concertos e bom ambiente. Mais info aqui.

Blood, Sweat + Vinyl

Blood, Sweat + Vinyl, um dos filmes que passou na primeira edição do Amplifest com uma sala praticamente esgotada, vai ser distribuído em Portugal via Amplificasom. Novidades e mais informação nos próximos dias.

Rock-A-Rolla 37

Que capa maravilhosa… Vem aí a nova edição da nossa revista preferida. Já estamos a aceitar encomendas, enviem o e-mail do costume. De qualquer maneira, mal cheguem ao Porto avisamos.

Her Name is Calla cancelado

A estreia em Portugal desta promissora banda britânica cujos concertos foram agenciados pela Amplificasom, foi cancelada devido a razões pessoais de um dos elementos. É provável que Tom Morris passe a solo, mas por agora nada é certo. A banda pede imensa desculpa aos promotores e a todos os que já contavam os dias…

Bless them that curse you, and pray for them which despitefully use you.

Locrian & Mamiffer – Bless Them That Curse You [Utech-Sige 2012]

Estávamos no início do ano quando recebi esta colaboração no correio. As possibilidades sobre o que ia ouvir pareciam infinitas, plausivelmente infinitas se tentasse entrar na mente dos elementos de ambas as bandas. Mesmo assim, o resultado é completamente surpreendente, tanto que a certo ponto julgava estar a ouvir um projecto completamente […]

Amplificasom apoia e recomenda: Rafael Toral HOJE no Porto

Depois de termos recomendado e apoiado aquela grande viagem com o David Maranha, voltamo-nos a associar à Mana Recordings para mais uma noite altamente interessante: Rafael Toral, talvez o músico português mais reconhecido pela imprensa estrangeira, que juntamente com o nosso amigo Gustavo Costa estreará uma nova configuração do Space Collective 2. 23h30 no Mercedes. Obrigatório!

Lembram-se do Eyjafjallajökull? Também trouxe coisas boas…

Ides Of Gemini – Constantinople [Neurot 2012]
J. Bennett, escriba da Decibel, Terrorizer e outras publicações, fazia da guitarra um segredo só seu que nem a namorada – Sera Timms dos Black Math Horseman – sabia do seu talento. Há um par de anos, em pleno avião, o impronunciável vulcão islandês impediu que os mesmos BMH partissem para uma tour europeia na qual Bennett […]

Porras!


Jon Porras, uma das metades dos Barn Owl, prepara-se para editar este mês um novo álbum via Thrill Jockey. O conceito do disco gira à volta de um individuo que descobre o Black Mesa, uma ponte entre dois mundos. Ambiente, peças de guitarra atmosféricas… o disco é uma viagem de descoberta pelo deserto americano.

Process of Guilt: FÆMIN

Três anos após o lançamento de «EROSION», os Process of Guilt regressam com o seu melhor álbum até à data. Com «FÆMIN», o quarteto leva ainda mais além as raízes monolíticas da sua música, exibindo um novo nível de peso e intenção, enquanto mantém intactas as atmosferas obscuras habitualmente associadas à sua música. Misturado por Andrew Schneider (nos Translator Audio Studios em NY) e masterizado por Collin […]

EAK: nova data no Porto

Jorge Silva @ Amplifest

Jorge Silva @ Amplifest

Depois de subirem ao palco do Plano B no dia 11 de Maio, os EAK regressarão ao Porto no dia 24 do mesmo mês para partilharem a noite no Hard Club com os Cancer Bats.

FÆMIN

Maria Louceiro @ Amplifest

Maria Louceiro @ Amplifest

No ano em que comemoram os primeiros dez anos de existência, os Process Of Guilt preparam-se para dar mais um passo decisivo na sua carreira com o lançamento do muito aguardado FÆMIN e respectiva digressão de promoção. Na sequência dos muito elogiados «Renounce» (2006) e «Erosion» (2009) e da abordagem mais experimental […]

Titãs são os Black Bombaim

Artwork by André Cepeda and Sara Coelho

Artwork by André Cepeda and Sara Coelho

Lembro-me da primeira vez: 25 de Maio de 2009. Entretanto, perdi a conta das vezes que vi os Black Bombaim ao vivo e quem me conhece sabe da minha selectividade em relação aos concertos. Todas as semanas existem propostas interessantes e cativantes para nos […]

Amplificasom recomenda: dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS hoje no Porto!

Tirando a parte óbvia, se há coisa que aprecio numa banda, é a atitude. Sigo de parte a carreira deste projecto, dois dos seus elementos são amigos, e tiro-lhes o chapéu pela sua forma de estar na música. Iniciam hoje, às 22h30, no Maus Hábitos, uma tour de 80 dias pela Europa fora.

Mais info:
“Surgiram de maneira acidental e improvisada, com uma formação em permanente mudança, […]

Ainda se fala de 2011? iconAclass

15. iconAclass – For The Ones [Deadverse]
Se o hip-hop é a pergunta, Dälek é a minha resposta. Não obstante de fazer vénias aos clássicos e a outros projectos de semelhante exposição/ projecção, a reinterpretação deste estilo feita pela dupla Will Brooks aka MC Dälek e the Oktopus – o casamento entre os valores tradicionais com as camadas densas e pesadas – é única e foi […]

O guia sexual de Arrington


Está quase a fazer um ano que levamos essa grande personagem à Corunha para um concerto no excelente festival AP9. O vídeo em cima só poderia ter saído da sua cabeça. Espero que seja útil a alguém.

Ainda se fala de 2011? Cut Hands

14. Cut Hands – Afro Noise [Very Friendly]
William Bennett (Whitehouse) assume a sua paixão pelos ritmos africanos depois de quatro anos de estudo obcessivo e meticuloso sobre instrumentos congoleses e ganeses. O primeiro volume de Afro Noise, primeiro de muitos espera-se, seria O meu debut do ano se tal lista existisse. É uma incursão aos tempos pós-coloniais, uma experiência intensa onde a percurssão africana é o miolo […]

Ainda se fala de 2011? Peter Evans

13. Peter Evans – Ghosts [More Is More]
Peter Evans é um trompetista cujos discos onde se envolve rodam com frequência por aqui e não é coincidência. Este Ghosts, em formato quinteto, é um disco rico balanceado entre o post-bop e o free jazz, e se hoje fazemos vénias a mestres como o Brötz ou o Parker, preparemo-nos para o mesmo que ele lá […]

Ainda se fala de 2011? Earth

12. Earth – Angels of Darkness, Demons Of Light 1 [Southern Lord]
2011 começou lindamente com mais um trabalho de Dylan Carlson e companhia. Confesso que a sinopse da editora me deixou confuso e sublinho pouco do que foi dito. As referências aos tuaregs Tinariwen, por exemplo, foram exageradas. Ou terão sido apenas uma inspiração? Esperar-se-ia uma grande diferença sonora se assim fosse e […]

Ainda se fala de 2011? São Paulo Underground

11. São Paulo Underground – Três Cabeças Loucuras [Cuneiform]
Rob Mazurek dispensa apresentações, estou certo que sim. Para situar os distraídos, Rob lidera os Chicago Underground e tocou com mestres tipo Bill Dixon. Ele próprio é um mestre, explora a trompete e a corneta sempre com sede de mais. Levado pelo amor, diz-se, Rob muda-se para São Paulo e conhece um excelente instrumentista chamado […]

Ainda se fala de 2011? Alva Noto

10. Alva Noto – Univrs [Raster Noton]
Para mim, Carlsten Nicolai é a solo. Ponto. E este é o melhor disco desde o Transform. Outro ponto. Minto, é o melhor de sempre. As pancadas secas, as variações ritmicas… o gajo tem o seu próprio universo no mundo das electrónicas, tanto musical como visualmente. E esse universo é feito de lugares industriais que emanam um ruído robusto e enferrujado […]

Ainda se fala de 2011? Mamiffer

9. Mamiffer – Mare Decendrii [Sige]
Por muito esforçado que este álbum me tenha parecido às primeiras audições, compreendi assim que o mesmo crescia em mim estar perante um disco fascinante, étereo e completamente diferente daquilo que eventualmente ouvi e iria ouvir. Foi então por “isto” que um tal de Aaron Turner fecha as portas de uma banda chamada Isis, pela procura […]

ORO: o início


Empireum é o primeiro avanço da saga ORO dos italianos Ufomammut. ORO, o debut na Neurot, consistirá em dois (grandiosos, arrisco) discos – Oro – Opus Primum e Oro – Opus Alter – que no fundo serão apenas um. O tema em cima nunca poderá ser separado do restante trabalho, mas certezas já há: são dos projectos mais interessantes dos últimos anos. Os meus olhos e os meus ouvidos sorriem.

As águas pesadas dos Katabatic

Os Katabatic, amigos cá da casa, foram ter uma conversa com os outros amigos do Ponto Alternativo. Antecipam o novo disco, inclusive estreiam um novo tema. Tudo aqui.

O primeiro disco – Heavy Water – será editado no próximo mês e por aqui já roda. Excelente debut!

James Parker dixit

Let’s have done with this notion of ‘abstraction’ in music, shall we? Music. Is. Never. Abstract. It’s concrete, physical, irresistibly and incontrovertibly material.

AMPLIWIRE

A Amplificasom trouxe ao Porto essa instituição chamada Earth no último dia de Março de 2009. Foi uma noite altamente especial, completamente esgotada, mágica. Ainda não voltaram a Portugal, mas quando a oportunidade surgir cá estaremos para receber Dylan Carlson.

A 4 de Novembro de 2010, curiosamente também no Passos Manuel, Cameron Stallones subia ao palco num concerto que, dias mais tarde, ficou e ainda se encontra disponível […]

Glenn Jones: uma semana depois

Maria Louceiro

Maria Louceiro

Foi uma bela noite e faz hoje uma semana. Os concertos foram deliciosos, a vossa companhia foi muito agradável e ficamos, sem dúvida, com vontade de repetir esta colaboração com a Sonoscopia. O jantar também foi delicioso, tanto que nem a Maria Louceiro nem o Jorge Silva se lembraram de fotografar. Houve bolonhesa de soja, ovos verdes, húmus, […]

Entretanto

Está-me sempre a acontecer, ainda penso que os noventas foram há dez anos atrás. Ontem, só quando Page Hamilton disse que já tinham tocado ambos os lados do Meantime de 1992 é que bateu… novamente.

Este clássico tem 20 anos, deve estar presente em todas as colecções de discos, mas ao vivo fiquei com a sensação que tocaram o mesmo tema durante o concerto todo. De qualquer maneira, foi […]

Ainda se fala de 2011? Necro Deathmort

8. Necro Deathmort – Music Of Bleak Origin [Distraction]
O título deste novo disco do duo britânico diz tudo o que precisamos de saber antes de o ouvir, a própria capa convida. Música cozinhada em plena caverna sombria num grande caldeirão de ingredientes como doom, drone, electrónica e industrial sempre na dose (in)certa. Podemos substituir a cozinha por um laboratório e fazer desta uma […]

Ainda se fala de 2011? Russell Haswell

7. Russell Haswell – In It (Immersive Live Salvage) [Mego]
Há discos que só me apetece ouvir, partilhar apenas no sentido de o recomendar a amigos e pouco me importar se o vão ou não ouvir. Este génio já foi mencionado várias vezes no blog e já disse o que tinha a dizer sobre estes devaneios “Live Salvage” aqui. Agora é convosco.

Ainda se fala de 2011? Barn Owl

6. Barn Owl – Lost in the Glare [Thrill Jockey]
Sem esconder o trilho de influências, umas mais óbvias (Earth, Sunn O)))…) que outras (Pandit Pran Nath, Tony Conrad…), este é o disco em que o duo define a sua própria personalidade. Exploram uma versão alternativa do minimalismo contemporâneo entre passas de drones em pleno retiro e, mais do que qualquer definição, é o […]

Ainda se fala de 2011? The Skull Defekts

5. The Skull Defekts – Peer Amid [Thrill Jockey]
Com todo o respeito pelos seus devaneios a solo, a barba de Daniel Higgs cresceu para isto: rock! Rock a sério! Peer Amid soa realmente a The Skull Defekts e sem ele seria igualmente um excelente álbum, a diferença é que Higgs lhe dá um toque único, especial e chanfrado tal e qual ele é. E estão a ver aqueles momentos em que pomos um disco a […]

Ainda se fala de 2011? Zombi

4. Zombi – Escape Velocity [Relapse]
Este foi o disco que mais dominou o meu carro no ano passado. Não tenho um DeLorean (caramba, a capa encaixa tão bem) e certamente não preciso quando os cinco temas nos conduzem numa kraut trip altamente viciante. Que não se enfie o duo em sacos de revivalismos, já cá andam desde os tempos em que os synths […]

SLB vs FCP: O David Maranha é sportinguista

Sou portuense. O Porto é a minha cidade. Adoro. Sim, imagino-me a viver noutros lugares, mas a casa seria sempre aqui.

Hoje é dia de clássico, quem gosta de futebol sabe do que falo, e quando conheço alguém e o assunto se proporciona, pergunta-me como é que me tornei benfiquista, um clube da capital. Por influência (não doentia, diga-se), talvez. Não que importe, sou e quero que este clube que equipa de vermelho ganhe, mas o […]

Chic sem Vergonha

http://youtu.be/OhAXY1eOmQg

Aqueles só mais 5 minutos quando o despertador toca podem ser suficientes para uma não ida à prateleira dos discos de forma a escolher a audição no trajecto casa – trabalho. Por vezes, independentemente do estado de espírito com que acordo, até já tenho essa decisão tomada e a isso deve-se, por exemplo, a sugestões partilhadas por amigos, blogs, livros ou filmes. Foi o que aconteceu hoje de manhã depois do Steve McQueen ontem me ter recordado dos afro-americanos Chic.

[…]

Verde fértil


De Vermis Mysteriis é o sexto álbum dos enormes High on Fire e verá a luz do dia a 3 de Abril. A notícia não é nova, mas a partir deste tema que pode ser ouvido em cima, a contagem decrescente tornou-se oficial e ansiosa.
Snakes for the Divine era bom, muito bom, aquela produção limpa que Greg Fidelman impôs é que, arriscaria, era contranatura ao som do trio. Com Kurt Ballou (olha a vénia) nos comandos, não espero muito menos que […]

Ainda se fala de 2011? Æthenor

3. Æthenor – En Form For Blå [VHF]
Editado mais uma vez via a extraordinária VHF, é, sem dúvida, a melhor viagem das quatro que o projecto já nos ofereceu. Documenta a evolução profunda e contínua deste colectivo que se por um lado julgar-se-ia improvável, por outro é a sua colisão/ união que o coloca na prateleira de discos únicos. Cativante mas anti-climax, meditativo […]

Ainda se fala de 2011? Tom Waits

2. Tom Waits – Bad As Me [Epitaph]
Pelo significado emocional que um regresso do Tom Waits representa e sobretudo por este conjunto de canções idiossincráticas e maravilhosas, Bad as Me, é, sem dúvida, um dos discos do ano. Nele encontramos quase todas as suas facetas, desde o romântico ao rabugento de copo de borboun na mão passando pelo metódico ao auto-parodista. Um disco que resume […]

Ainda se fala de 2011? Grails

1. Grails – Deep Politics [Temporary Residence]
Opus magnum. Obra-prima indeed. Sem desconfiar do seu talento, este foi O grande trabalho da banda de Portland e a muito se deveu a melhor decisão da sua década de carreira: convidar Timba Harris (Secret Chiefs 3/ Master Musicians of Bukkake) a envolver-se nele. Deep Politics – cujo título e artwork Emil Amos nos explicou […]

Locrian & Mamiffer: Abençoa-os…

Bless Them That Curse You, o resultado impressionante de alguns dias em estúdio entre os Locrian e os Mamiffer, foi o primeiro disco deste ano que ouvi. Estávamos no início de Janeiro, dias gelados. O tempo passa e passa e ainda não consegui partilhar umas linhas com quem aqui vem. Sei que o farei mais tarde ou mais cedo, mas por agora vale a pena ler esta […]

Convidados de Março e Abril

Os dois primeiros meses de 2012, os primeiros com convidados neste novo blog, não podiam ter tido melhor companhia. Muito obrigado ao Filipe Santos pelas suas Visões DOOMundo, ao André e os seus discos Fortes, Tiago e as suas polaroids e as viagens pré fim-de-semana do Tiago Esteves. Obrigado a todos!

O Pedro Nunes – que não deixamos também de agradecer os seus devaneios musicais – continuará, e muito bem, às terças com a rubrica Os Heróis e o Método, e os reforços de Março e Abril são:
Segundas […]

Amplificasom recomenda: Karysun HOJE na Casa Viva


Vale a pena passar pela Casa Viva hoje às 20h30 para o concerto dos franceses Karysun. Para além de dois álbuns, o último – Until the End – é de 2010, a sua discografia conta ainda com splits com bandas como os enormes Year of no Light. Fãs de sludge, doom e crust vão certamente apreciar e fica então a recomendação.

Mas, permitam-me o desabafo: a Casa Viva é um lugar especial e por isso mesmo não é permitida a venda de bilhetes, […]

RIP Erland Josephson

Foi mais que um amigo, cúmplice e até alter-ego de Ingmar Bergman. Deu alma a filmes de Tarkosky, Kaufman e Liliana Cavani; escreveu peças, contos, poemas e roteiros; foi director do Real Teatro Dramático e do Instituto Sueco de Cinema. Mas, era com o realizador de Scenes from a Marriage que estava ligado artisticamente e que realmente fez história.

Vi-o pela primeira vez exactamente nessa obra-prima e nunca me irei esquecer da sua presença, da sua […]

Bilhetes Russian Circles + Deafheaven já à venda

12 de Maio. Sábado. O regresso de uma das bandas da casa, os Russian Circles, para um concerto de hora e meia, e a estreia dos Deafheaven que tiveram em “Roads to Judah” (Deathwish Inc.) um dos melhores debuts (de sempre?) do ano passado.

Os bilhetes normais encontram-se à venda no Hard Club, Louie Louie, Jojo’s e Piranha. Os bilhetes com desconto Amplifest só à porta no […]

Rock-A-Rolla 36

A Rock-A-Rolla é uma revista Inglesa dedicada ao avant-rock, metal, noise, sonoridades experimentais e a todos os artistas que estejam de algum modo a estimular o mundo da música e a demolir fronteiras. É uma revista abrangente, que reúne uma excelente secção de notícias, artigos sobre música, entrevista e resenhas a discos e filmes, assim como nos faz chegar o que de mais excitante se passa nos palcos de todo o mundo.
Numa edição bi-mensal, totalmente […]

Amplificasom apoia: David Maranha no Porto

Ana Teresa Ascensão

Ana Teresa Ascensão

Inaugurado em 2010, o podcast da Mana Recordings apresentou gravações e entrevistas inéditas com Aquaparque, Tropa Macaca, Rafael Toral, David Maranha, Loosers, entre outros. Este ano, o objectivo é levar todos esses nomes ao palco do icónico O Meu Mercedes (onde a Amplificasom se estreou como promotora) numa mensalidade que acontece sempre nas primeiras sextas-feiras de cada […]

Split Cranium ou como um gajo vê as merdas a acontecer

28 de Novembro de 2009. Backstage do Incrível Almadense. Era a estreia dos Isis em Portugal, a primeira de duas datas que a Amplificasom e a Prime Artists tiveram o privilégio e o orgulho de organizar.

O líder da banda de Panopticon estava descansadinho a ler um BD qualquer, o soundcheck estava feito e era tempo de relaxe… até que os finlandeses Circle, que se juntaram à tour […]

Mestres suecos

Bergman didn’t dare to call his idol Sjöström himself about the movie thou, so the head of Swedish movie industry made the call. Sjöström was initially reluctant, due to his high age, but agreed to meet with Bergman to discuss the movie. So Bergman went to his apartment and talked about it, Sjöström said he’ll think about it. The next morning Sjöström called and agreed on the part on one condition. As long as Bergman promised Sjöström […]

Passatempo Russian Circles: qual é a banda de abertura?

Como prometido, no próximo sábado 25 vamos anunciar a banda que fará parte da noite de 12 de Maio com os Russian Circles. Também vamos colocar os bilhetes à venda no Hard Club, Jojo’s, Louie Louie e Piranha. Antes disso, o primeiro a acertar ganha um bilhete simples.

Passatempo exclusivo para respostas aqui neste mesmo tópico e só até sexta-feira às 23h59. Sábado anunciaremos o vencedor… e a excelente banda de abertura. Pista: estreia em Portugal!

The Work of Maria Louceiro

Uma Amplificasom não se faz só de bandas, é muito mais que isso. É união e talento de amigos (porque eventualmente se tornam amigos) que nos rodeiam e veem nesta a sua outra casa. É também uma plataforma que desafia quem quer ser desafiado, seja um elemento do público ou um fotógrafo como a nossa…. Maria Louceiro.

Sabe bem vê-la a ser reconhecida aqui, por exemplo, mas […]

Theo Parrish dixit

Love of the music should be the driving force of any producer, performer or DJ. Everything else stems from that core, that love. With that love, sampling can become a tribute – an expansion on ideas long forgotten, reconstruction, collage.

Dylan Carlson e os seus 13 discos preferidos

O problema-que-não-é-problema das listas é que “amanhã” seriam sempre diferentes. O exercício de escolher alguns discos em milhares é redutor, é cansativo até, mas quando pensamos que estamos a partilhar com malta que sente o mesmo que nós, então fica tudo mais fácil. Aposto que foi o que passou pela cabeça de Dylan-Earth-Carlson quanto seleccionou estes 13: The Quietus

Até logo, Miguel!

Porque os nossos seguidores mais próximos merecem saber, partilhamos aqui convosco que, por motivos pessoais e profissionais, o Miguel já não faz parte da equipa da Amplificasom.

Esta é uma separação triste mas amigável, fará sempre parte desta família.

Só tu entenderás, Mike: “Cristiano Ronaldo!”

Rick Santorum dixit

If you listen to the radio today, many of these brand new, so-called heavy metal music bands like Black Sabbath, Venom, The WASP and Iron Maiden use satanic imagery to corrupt the minds of young people.

Flyers ou a poluição visual

Chega o final do ano e, para onde quer que olhemos, as listas com os tops de discos e concertos são predominantes. Nada contra. Mas, esquecermo-nos dos melhores artworks ou mesmo dos melhores cartazes acaba por ser ingrato para toda a esfera de criativos cuja linguagem visual é, pelo menos aqui sempre consideramos assim, um complemento fundamental e inspirador.

Ontem passaram-me este blog fantástico que compila os piores flyers que andam por esse mundo fora. Com todo o respeito por qualquer tipo de evento, basta uma incursão pelo centro das nossas cidades […]

Amplificasom em francês

En juin 2010, on m’a demandé de rejoindre l’équipe d’Amplificasom, une agence de promotion de Porto que j’admire beaucoup et qui a véritablement aidé à la diffusion au Portugal de la plupart des genres et des groupes dont vous parlez ici.

Retrato do nosso Eduardo-parisiense-Costa para a zine canadiana Pelecanus aqui.

Um resumo de Janeiro

Obrigado a todos os convidados por tornarem este um blog mais interessante. Continuem-se a divertir em Fevereiro! Em baixo, um resumo do mês que acabou de passar:

Segundas – Filipe Santos e as suas Visões DOOMundo
Visão DOOMundo: Deliciosamente Depressivo
Visão DOOMundo: Estabelecimentos Rock & Metal em Portugal
Visão DOOMundo: Mississippi
Visão DOOMundo: Dubstep & Glitch
Visão DOOMundo: Influência Kerouac

Terças – Pedro Nunes, os seus heróis e os métodos
Os Heróis e o Método: Black to Comm […]

Os sons das séries

As séries de televisão são, desde há alguns anos, parte intrínseca do nosso entretenimento diário. Lembro-me se ser miúdo e esperar pela madrugada para ver mais um caso não resolvido do Mulder e da Scully ou o dia-a-dia de Seinfeld e companhia. Hoje já não é preciso, não só há canais temáticos vinte e quatro por sete como temos os laptops e gadgets sempre prontos a fazer play.

Inspirado […]

O regresso ao Hard Club no primeiro de 2012

Ontem começamos a preparar a logística do concerto em pleno Hard Club e assim que entramos no backstage este cheirava a… Amplifest. Esse fim-de-semana solarengo marcou-nos imenso, foram horas e horas de trabalho prazeroso, e a noite de hoje marca o nosso regresso a este espaço depois dos dois dias mais especiais do ano passado.

Quem também regressa são os Kylesa e com eles trazem dois projectos promissores. E […]

Os amigos Scott & Bruce


Altamente talentosos e excelentes pessoas, tivemos com ambos duas noites inesquecíveis. Em 2009, aquando da tour dos Minsk, convidamos Bruce Lamont a fazer a primeira parte do concerto. O homem impressionou. No ano passado, no conforto do Passos Manuel, o mestre dos Neurosis Scott Kelly arrepiou uma sala esgotada e silenciosa. O que acontece quando se juntam em palco? É ver o vídeo em cima…

Bilhetes Kylesa


Façam play ao video em cima, recordem essa noite extraordinária e leiam como adquirir o vosso bilhete com desconto para o primeiro grande concerto do ano:

Os bilhetes normais custam 20 euros (IVA incluído). Os bilhetes com direito a desconto (18 euros c/ IVA incluído) só são válidos para quem, no acto da aquisição, apresentar o bilhete (também bonito, claro) do Amplifest. Ao número do bilhete de Kylesa será associado o número do bilhete do Amplifest o que significa que este desconto é […]

LER: quem os vê uma vez quer sempre mais…

… e por muitos concertos que vejamos deste trio a verdade é que superam sempre as nossas expectativas. Seja às quatro da tarde ou às onze da noite, toda aquela entrega, alegria e talento em palco é contagiosa. Não há como não os adorar, são uma banda única.

Vítor Junqueira, responsável pelo blog de leitura obrigatória Juramento Sem Bandeira, coloca-os duas vezes no seu top […]

2011: as escolhas do François (L’Enfance Rouge)

1 – Lotfi Bouchnak – Mounajat
2 – Miguel Angel Cortes – Bordon de Trapo
3 – PJ Harvey – Rid of me
4 – Haino Keiji – Tenshi No Gijinka
5 – Johann Sebastian Bach – Suites pour violoncelles (BWV 1007 à 1012)
6 – Starfuckers – Sinistri
7 – Olivier Messiaen – Trois Petites Liturgies
8 – Saliha – Chefs d’oeuvre du patrimoine musical tunisien
9 – Claude Debussy – Sonate pour flûte, alto et harpe, Syrinx, Chansons de Bilitis

Convidados de Janeiro e Fevereiro

Até ao final do Verão passado, e durante dois anos, juntou-se a esta equipa diferentes amigos e personalidades que colaboraram nestas linhas de forma tão entusiástica como nós. Meteu-se o novo site, o Amplifest… e agora que estabilizamos um pouco e porque este é mesmo um espaço não melhor ou pior mas realmente único nas interwebs, não há melhor forma de começar o ano apresentando-vos os grandes reforços de Inverno.

O conceito alterou um bocadinho, a partir de agora os convidados vão-se dedicar um dia por semana durante dois […]

Um abraço da Amplificasom

Ano após ano, na altura do pseudo rescaldo, respiramos fundo e sorrimos apaixonadamente por fazermos parte disto, da nossa/ vossa Amplificasom.

2011 começou com Om, assumimos a relação profissional com os melhores seres humanos de sempre – os L’Enfance Rouge, trouxemos o Scott-Neurosis-Kelly a Portugal, a lenda Arthur Doyle também, regressamos ao barco com os Jucifer, fizemos o hat-trick em Barroselas com Menace Ruine e […]

2011: as vossas escolhas

1 – Mastodon – The Hunter
2 – Wolves In The Throne Room – Celestial Lineage
3 – Grails – Deep Politics
4 – Yob – Atma
5 – Altar Of Plagues Mammal
6 – Liturgy –  Aesthetica
7 – Graveyard – Hisingen Blues
8 – Deafheaven – Roads To Judah
9 – Mamiffer – Mare Decendri / Mogwai – Hardcore […]

Howard Zinn dixit

A desobediência civil não é o nosso problema. O nosso problema é a obediência civil. O nosso problema é que pessoas por todo o mundo têm obedecido às ordens de líderes e milhões têm morrido por causa dessa obediência. O nosso problema é que as pessoas são obedientes por todo o mundo face à pobreza, fome, estupidez, guerra e crueldade. O nosso problema é que as pessoas são obedientes enquanto as cadeias se enchem de pequenos ladrões e os grandes ladrões governam o país. É esse o nosso problema.

2011: as escolhas do Eduardo (Amplificasom)

Mastodon – The Hunter
Yob – Atma
Liturgy – Aesthetica
M83 – Hurry up we’re dreaming
Zombi – Escape Velocity
Grails – Deep Politics
True Widow – As high as the highest heavens…
U.S. christmas – The Valley Path
Danava – Hemisphere of shadows
Monkey 3 – Beyond the Black Sky