Birdmachine – Alle Stillen Volker

Achei que deveria partilhar este album com o mundo, ou pelo menos com os leitores aqui do estabelecimento.

Birdmachine é um dos novos projectos que Oliver St. Lingam (sim, é mesmo o nom de guérre dele) dos Phallus Dei arranjou para se entreter e este album é o resultado da coisa.

Eu não sei se gostam de Legendary Pink Dots mas, se ouvirem este album, vão reconhecer uma certa sonoridade característica deles (talvez esteja relacionado com o facto de ambos terem elementos holandeses, não sei)… o que neste caso, não sei bem como, nem resulta mal; quero dizer, é arriscado fazer qualquer coisa que as pessoas poderão confundir com outra banda mas, como disse, até resulta.

Este album possui uma sonoridade coesa e bem construída.
Não há nada de excepcional neste album, nem vem adicionar nada de espectacular à História da Música é um facto, mas que é agradável ao ouvido é.

Recomendo em particular a primeira modinha – que tem o seu quê de tétrico no modo como os arranjos foram feitos – Golgotha, e acho que é uma boa música para ficar com uma ideia do resto do album: synths simples, muitas camadas de ruídos simpáticos (e melódicos mesmo), percussão eficiente e uma voz absolutamente cativante que vai contando a história.

Numa nota paralela (já agora) não deixem de ir dando uma vista de olhos pelos Phallus Dei que, recentemente, se aliaram ao John Walker (dos Walker Brothers, com o Scott Walker e afins) e andam a fazer coisas giras como ilustra a faixa “Will You Come Now” (que faz parte do filme “Sommertag” de Heiko van der Scherm).

O próximo album (acho que ainda não saiu) chama-se “A Day in the Life of Brian Wilson” e pode ser ouvido, de modo legítimo e com o aval do Sr Oliver, no blogue do amigo Brad Miller; não tem nada que saber, clicar e andar 🙂