BORES

Já ouviram o novo tema dos Boris? “Luna” faz parte do split com os Torche e continua no caminho esquizofrénico do Smile, álbum que na minha opinião é o auge da banda em termos de composição.

Conheci estes japoneses com o Akuma no Uta, na altura fiquei entusiasmado e nunca mais lhes perdi o rasto. Pink, Vein, Amplifier Worship, etc etc fazem parte de uma discografia extensa onde quantidade não só é sinónimo de qualidade como também de flexibilidade. Acho que não conheço uma banda com tantos discos diferentes e ao mesmo tempo a soar a si mesma.

São uma das favoritas por estes lados e o nosso concerto no Porto-Rio foi uma espécie de clímax. Lembro-me perfeitamente que foram uma das bandas mais difícieis de comunicar gerando alguns episódios engraçados, mas também me lembro da quantidade de arrepios que fabricaram em palco.
Depois da tour americana com os NIN, surgem agora dois splits: o já mencionado com os Torche e “Golden Dance Classics” com os 9dw (já o encontraram?), mas um novo LP vinha mesmo a calhar…

Comentários

Comentar
  1. João Gama Marques

    … epá o "smile" não tem nada de esquizofrénico! essa palavra é tão fácil para os "críticos" de música!

  2. Tiago Esteves

    Acabadinho de comprar a edicao japonesa desta edicao. aproveitei e comprei ca cheia de caracteres japoneses ehehe

  3. ::Andre::

    Não me considero crítico de coisa alguma, logo escolho os adjectivos que considero mais adequados. Para mim, o Smile é um álbum esquizofrénico.

    Tiago, compraste-me um?

  4. Tiago Esteves

    Se tivesses dito antes podia ter comprado…agr ja n da. vou embora amanha e as lojas ja fecharam…