Condolências da Senhora Piedade

Estou irritado, Mike. Tens realmente coisas de génio, mas institucionalizou-se que tudo o que fazes cai nessa categoria e já ninguém critica quando é preciso, assume-se que é perfeito e pronto. Tudo bem que é uma cover dos Warlocks, mas fodeste um tema dessa banda – essa sim perfeita – chamada Bohren & der Club of Gore.

Beileid, condolências no país natal destes senhores, é um EP/ Mini-Album/ Álbum? de três temas onde eu já só ouço o primeiro e o terceiro temas. Nestes está presente a etiqueta tão característica de doom-jazz minimalista, embora não seja aquela típica viagem Bohreniana devido à sua duração de uns (míseros) trinta e cinco minutos.

Os temas são uma continuação óbvia de um dos discos do século – Dolores – e é um prazer voltarem aos meus ouvidos com algo novo, mas se me perguntarem se era isto que queria… É que entre os dois trabalhos que já mencionei tivemos Mitleid Lady, uma sessão das essenciais Latitudes. Também aqui o resultado foi curto, foram cerca de dez minutos bem marcantes mas artisticamente situados entre o Sunset Mission e Black Earth, outros dois trabalhos de uma banda que se pode sublinhar como única.

Se há por aí alguém que desconhece estes alemães, imaginem Angelo Badalamenti e Dylan Carlson a musicarem as cenas mais tristes e sombrias de um filme de David Lynch. Uma das minhas preferidas.

Comentários

Comentar