Conseguesm acompanhar bandas com lançamentos quase todos os meses?

Há bandas que praticamente todos os meses se ouve falar de novos lançamentos, ou de reedições, ou de splits, entre outros. Quando digo isto, vem-me à cabeça bandas como os Nadja, os Boris e até tudo o que se relaciona com o Justin Broadrick. Quando por exemplo, oiço um novo lançamento dos Nadja entre os muitos, fico normalmente convencido e percebo que existe de facto uma bela capacidade criativa. Isso acontece, por exemplo, com o mais recente lançamento “Ruins of Morning”.

A pergunta que se coloca é, têm conseguido acompanhar estas bandas ou outras em situação semelhante? Consideram que desta forma a criatividade é colocada em causa?

Comentários

Comentar
  1. Neuroticon

    Boris é uma coisa, mas Nadja não.
    É simplesmente impossivel acompanhar uma banda como eles com tantos outros grupos a lançarem coisas ao mesmo tempo.
    E digo isto porque tenho de digerir toda a música que ouço… Coleccionar, se calhar até vou coleccionando, prestar a devida atenção a tudo o que colocam cá fora é que não…
    Nadja é um exagero, eu acho que só perdem com isso. O mercado está saturado e eles deveriam saber gerir melhor a carreira, mas é a minha opinião apenas.

    Há outros exemplos como Acid Mothers Temple e todo o universo John Zorn!

  2. Pereira

    Tinha esse problema com os Njiqahdda. Já não o tenho,mas só porque desisti de acompanhar os lançamentos deles… =D

  3. Rui

    Infelizmente não consigo acompanhar tudo, de por exemplo Nadja, acho que para dar a devida atenção a cada lançamento deles e com o tempo que tenho disponível para dedicar a ouvir musica com atenção teria de os ouvir a eles quase em exclusivo.

  4. Susana Quartin

    Pois, por acaso arranjei esse Ruins Of Morning, mas ainda não ouvi com atenção, e o último que ouvi foi o álbum de covers…

  5. Rodolfo

    estamos a falar de merzbow é? :)

    não acompanho, vou acompanhando…

  6. amebix

    Eu não consigo ouvir tudo duma banda com tantas edições como Nadja,normalmente os músicos que gosto mesmo são mais contidos,mas existem sepre umas excepções.