Converge Club

Converge – All We Love We Leave Behind [Epitaph 2012]
A primeira regra do All We Love We Leave Behind é não falar do All We Love We Leave Behind. A segunda regra do All We Love We Leave Behind é NÃO falar do All We Love We Leave Behind. A terceira regra do All We Love We Leave Behind é criar um Converge Club. A quarta regra é que também não se fala do Converge Club. E a quinta! Será uma ode à banda em que todos beneficiaremos. Encontrar-nos-emos nas madrugadas dos dias da semana, em caves ou fábricas/ prédios abandonados que serão usados de forma aleatória. O local e as horas serão divulgados às 23h59, ou seja, duas horas antes. Contribuiremos anonimamente para um sistema de som decente e, sem calçado, dançaremos e mosharemos sem o uso de qualquer tipo de substâncias até que os 40 minutos do disco nos deixem completamente arrasados. Até não sentirmos o corpo. E no fim, forças havendo, abraçar-nos-emos em jeito de celebração. Esposas/ maridos, namoradas/ namorados e família não saberão a verdade quando perguntarem onde fizeram aquela pisadura, onde se partiu o pulso ou o pé. Em caso de algo mais sério, o INEM já aceita chamadas anónimas. Saíremos em direcções diferentes e as boleias estão proíbidas. Quem alinhar sabe como me contactar. E não se fala mais nisso.

Comentários

Comentar
  1. Beto

    E esta seria a melhor de todas as ideias que vocês já tiveram…
    O culto permaneceria e, se preciso, um exército de paixão por esta música se formaria.

    Avante com a ideia.