Cumprimentos Beep Beep

Antes de mais, quero mandar um grande Olá ao André e ao Crestfall, pela amabilidade que tiveram em me convidar. Durante um mês tentarei partilhar algumas das descobertas e opiniões que me passarem pela cabeça, durante as audições e leituras musicais que efectuar. Será um pouco salganhado, pois não haverá planeamento prévio

Como disse, e bem, o André, sempre procurei ser diversificado, sem cair no cliché repugnante do “Gosto de tudo um pouco”. Algo que, mais do que criar confusões, encaro apenas como um ampliador da quantidade de música que tenho à minha disposição capaz de me causar prazer na sua audição. É certo que podia ouvir 2-3 vezes mais do que aquilo que ouço, bastando para tal que tivesse as colunas do computador, ou os headphones ligados todo o dia, não importa o que estivesse a fazer. Simplesmente não quero sair da audição de um disco e pensar se realmente o ouvi, ou se retive um ou dois pormenores. Aqui sim, gosto de planear e organizar. E enquanto isso, vou lendo e anotando coisas sobre nomes novos, das mais variadas fontes.

Partilhar descobertas é para mim tão essencial quanto descobrir a própria música. Enquanto a nossa banda não estiver a encher salas na nossa cidade, o nosso trabalho nunca pode ser considerado terminado. Mesmo hoje em dia, em que, mais do que nunca a recomendação tem que ser acompanhada do link, e da paciência de quem está no outro lado para gastar 3-5 minutos a escutar no meio de tanta oferta, desistir não passaria de cobardia e autofagia. Só com mais e mais partilha poderemos mostrar que a música está mais do que viva numa época em que nos querem convencer que a estamos a matar (momento panfletário).

Portanto, a Aventura Beep Beep/Amplificasom de Outubro está iniciada, e será oficializada com palavras sobre um Monstro (não é o Violeta). Fiquem atentos, e bom fim de semana.

Comentários

Comentar
  1. Crestfall

    Olá Nuno :)

    Eu tenho saudades de ter as colunas do pc ligadas no trabalho! A malta tinha toda que gramar com o meu sonoro ahah. Agora tenho que meter phones. No entanto continua a ser o local onde oiço mais música porque é o local onde passo mais tempo com maior disponibilidade para. Acontece é o que descreveste, muitas vezes ouvimos um disco e não ouvimos nada…