Danos colaterais: epifania sobre a questão dos downloads

Interessante epifania de um assunto que cada vez mais nos toca a todos. Vale a pena dar um salto à The Wire e ler as palavras de Chris Cutler da editora ReR. Clicar aqui.

Comentários

Comentar
  1. Susana Quartin

    Bem, o texto do Goldsmith faz-me muita confusão.

    O Chris pegou na citação certa. O problema não são os downloads, são as pessoas que deixam de comprar música. Faz-me impressão ler o texto do Goldsmith porque não consigo compreender como é que alguém, supostamente um amante de música, deixa de comprar álbuns e LPs porque passa a ter acesso a uns ficheiros no computador, já que comigo acontece exactamente o oposto.

  2. Luis

    Todos os números recentes da Wire têm tido a opinião sobre essa questão escrita por um músico / escritor / megalómano. Algumas delas têm sido bastante polémicas – seja a dos Chris Cutler ou a do David Keenan – e levaram muitos leitores a escrever à revista (cartas que são também publicadas). O debate está aceso – mas levar-nos-á a alguma ideia de um modelo alternativo?