“De tempos a tempos vemos surgir uma banda capaz de romper com qualquer barreira de género, de ascender de forma notável por entre as definições.”

Há algo na música dos Pallbearer a que fica difícil apontar o dedo mas que parece ser o que no fundo faz tudo isto resultar. A verdade é que esta aparenta possuir um carácter quase feminino e que lhe está bem intrínseco. Há uma suavidade inerente à maneira como encaram o doom metal, algo que tem tanto de método como de misterioso. Da capa ao conteúdo, “Foundations of Burden” assume-se como parte do espectro dos sonhos, daqueles que falam acima de tudo ao coração.

in Ruído Sonoro

Comentários

Comentar