DEPATE

Agora que o último Ire Works já está mais que rodado, vamos a contas:
Os The Dillinger Escape Plan valiam mais com o Dimitri, o qual estará sempre associado à “invenção” do mathcore, ou estão melhor com o Greg-marado-dos-cornos-Puciato? E em relação à saída do Chris Pennie? Mais, este experimentalismo (sobretudo com a electrónica) é bem-vindo?

Comentários

Comentar
  1. tremulant

    Nunca consegui gostar desta banda…
    Já tentei ouvir os albuns deles, inclusivé já os vi 2 vezes ao vivo!
    Mas continua a não me seduzir o som deles…
    ..são gostos :)

  2. João

    >nao gosto do ire works :\ mas eu nao gosto de nada tambem por isso :\

  3. ::Andre::

    Eduardo, já os viste duas vezes??!! Que sorte pá ;)

    O Ire é um álbum que tem grandes malhas e ao mesmo tempo as malhas mais fracas da carreira deles. Agora o Miss Machine é algo brutal, é um disco que deixa marcas, um clássico.

    Prefiro a voz do Greg, mas continuo a achar que o cérebro da banda está no Ben…

  4. Pedro Nunes

    O meu disco preferido é o Miss Machine. Está respondido. ;)

  5. Crestfall

    O Miss e o Calculating são caóticamente lindos. O Ire é bom. O Chris Pennie é que era. Ah e tb gosto de Coheed and Cambria.

  6. ::Andre::

    O Calculating nunca bateu como o Miss, talvez um dia…

    Chris Pennie é que era porquê? A bateria no Ire também tá do caraças.

    Achas que ia curtir Coheed?

  7. Crestfall

    André, Coheed rodou na viagem a converge :p Mas não é coisa para ti :)

    O Calculating nunca bateu pq foste atingido primeiro pelo Miss.

  8. oaktree

    Concordo com o André, o “Ire Works” vai do melhor ao pior em 3 tempos.

    Mas prefiro o Dimitri, 1º porque acho que, como vocalista, é mais consistente, 2º porque o Greg quando lhe dá para as melodias, aquilo é de meter medo ao susto e 3º porque, regra geral, não gosto de gajos com aspecto de cubo (vulgo culturistas ou bisontes… Abro a excepção para o Eugene Robinson).

    Desde que o Greg se limite a urrar e se enrole num saco de plástico preto, por mim está tudo bem.
    ***