Disco Forte da semana: Dodecahedron

Há quem diga que o black metal não é bom para as dores de cabeça. Pois, eu não saberei dizer se sim, ou não, visto que raramente sofro disso. A última enxaqueca de que tenho memória, realmente, estragou-me um concerto. Servir-me-á de emenda, antes de pensar em ver um comeback de Sex Pistols – se me é permitido dizer, trata-se de algo que devia ser proibido por indicação médica, a bem da nossa saúde e da senhor Rotten, que deve ter apodrecido mais com a idade. Podres, de resto, não são os Dodecahedron. São a mais recente aposta da Season of Mist e, digo-vos eu, são uma aposta dos demónios.

Desde o preview do disco que ando de olho nestes maganos, e não posso dizer que, desde que o disco foi colocado em streaming, que os ouvi poucas vezes, antes pelo contrário. Mas esta é uma daquelas bandas que todas as vezes serão poucas para descortinar todos os pormenores que dão vida à sua música, o que me leva a dizer que tudo o que possa dizer a seguir pode pecar por insuficiente. Ainda assim, tento a minha sorte em poucas linhas: o tremolo picking não é a solução melódica imediata destes norte-americanos, o que não quer dizer que as suas melodias tenham pouca força – são fortes porque são estranhas, desconfortáveis e desafiantes. De resto, os truques todos do BM estão a soar em força nesta estreia discográfica, e há mesmo espaço para explorar o silêncio e os espaço com ambientes dissonantes e algumas passagens por teclados.

O álbum homónimo é um disco do caraças e merece uns minutos da vossa atenção. Se estiverem indecisos, façam o favor de escutar atentamente, pelo menos, as duas últimas faixas – um deleite para os ouvidos apocalípticos. Sim, o disco está em baixo, na íntegra para audição. A Amplificasom é claramente a favor do serviço público.

DODECAHEDRON – ‘Dodecahedron’ Debut Album by ddchdrn

Comentários

Comentar