Disfear – Live the Storm [2008]

Desculpem as palavras mas só me apetece escrever: Que disco do caralho!

Que simplicidade, que d-beat básico, que leads pequenas e deliciosas, que vicio de rock & raw! A produção contribui para um som menos cru, é verdade, o Mieszko já não está connosco, mas a intensidade e a energia são contagiantes. The furnace até abranda a batida e Phantom contem uma variedade e longevidade inesperadas.
Eu sei que isto não é revolucionário nem explora nada de novo e até posso, eventualmente, vir a considerá-lo monótono [qual quê!], mas neste momento estou-me a borrifar, crust & roll baby oo/

Comentários

Comentar
  1. Crestfall

    >Disfear no Porto?!? O_o Tens a certeza disso? Acho que não me passaria ao lado :-\

  2. amebix

    Foi num cafe que ficava ao pé da ponte da ribeira,logicamente teve meia duzia de pessoas.
    Bom ano de 2005.

  3. Crestfall

    Foi, andré :-p

    Num café?!? Disfear? Porra, com mais quem? :-s

  4. amebix

    Era um café de frente ao rio,do lado da ribeira,penso que foram os simbiose,mas como na altura fizeram varios concertos ao mesmo tempo ai,troco tudo,sei que vi os subcaos refeitos nesse tasco.

  5. amebix

    Era o On-Off Club Porto,era um café de metaleiros,vi agora que o concerto de subcaos foi em 2003 por isso disfear também,caralho o tempo passa:)

  6. Crestfall

    >Que merda! O Misanthropic generation é de 2003… Como é que isso me passou completamente ao lado? :-\