Down – III: Over the Under [2007]

O supergrupo está de volta. Muita água passou debaixo da ponte desde o seu último encontro discográfico, nomeadamente aquela que resultou da devastadora passagem do furacão Katrina por New Orleans, terra natal desta malta. Evidentemente, a trágica morte de Dimebag Darrell também deixou marcas, muito particularmente em Phil Anselmo, apesar de, ou se calhar por, na altura, eles andarem de costas voltadas e por nem lhe ter sido permitido assistir ao funeral. Os Down são a tábua de salvação e rejuvenescimento de Anselmo, agora que se terá livrado definitivamente das drogas. Os Pantera acabaram como se sabe e os Superjoint Ritual nunca me convenceram, enquanto que as [outras] bandas da restante pandilha mantêm-se activas, principalmente os Crowbar e os Corrosion of Conformity que ainda há 2 anos lançaram bons álbuns.
Ao fim de um par de audições precipitei-me a concluir que este seria o pior disco dos Down, coisa que por si só não seria sinónimo de falta de qualidade porque os 2 trabalhos anteriores são grandes, Nola > A Bustle in your Hedgerow. Agora o que não tinha qualidade era a porcaria da cópia que arranjei e que foi, provavelmente, a principal responsável pelo primeiro impacto menos positivo.
Mantendo a toada southern stoner com muita inspiração nos 70s e mais infusões de alma bluesy, é verdade que há poucas novidades por aqui, mas é coeso como o caraças e transpira emoção. E também por que novidades ansiava eu? Gosto deste som, por isso desde que a qualidade das músicas se mantenha elevada…
Os Riffs de Pepper Keenan e Kirk Windstein são de mestre e complementam-se como alicerces de fusão, ora de inspiração mais hard rock, ora mais sludge lamacento, ora de memórias sabbathianas, muitas vezes incorporados na mesma música, numa cadência pesada, nunca muito rápida, e com controladas mudanças rítmicas. Anselmo está mais versátil e convincente que nunca conseguindo ser responsável por grande parte da melodia incutida nas músicas, eclipsando memórias de prestações menos conseguidas. Já não tenho dúvidas, Over the Under está lá, está muito lá. É um grande disco.

Comentários

Comentar
  1. ::Andre::

    é? é mesmo? é que eu já ando para ouvir estes gajos há algum tempo…

  2. ::Andre::

    e porquê que o gajo não foi ao funeral? que estupidez…

    vou ouvir isto então, espero não me arrepender :/

  3. João

    o anselmo e um gajo meio doente… e pa todos esses gajos sofreram bue com o katrina :| houve alguns k ficaram sem nada até… kuanto ao album até está fixe…mas gosto mais dos anteriores nem k seja pelas covers de black sabbath ../

  4. Crestfall

    Pq eles davam-se mal na altura e a família… Parece que agora ele anda atinado.

    Os outros têm alguma cover de BS? Edição Japonesa? :-s Insiste com este…

  5. Sobral

    Boa critica, realmente este é daqueles discos em que o que menos se quer é novidade, tá bom assim, não mexe.

    Cover de B Sabbath?!?

  6. João

    crestfall a versao k tenho do nola tem uma cover da hand of doom e de mais uma creio k seja a electric funeral….ja agora alguem ja ouviu as versoes dubstep de sabbath que o venetian snares fez? :)