Esmerine – La Lechuza [Constellation 2011]

Deixou-nos demasiado cedo, mas nunca será esquecida. Este regresso dos Esmerine, seis anos depois, é uma justa homenagem a Lhasa e à sua obra. Não é um álbum de singles nem para passeios veraneios, mas sim um disco de luto agarrado a alguma tristeza e aceitação.

O projecto é composto por Bruce Cawdrom dos míticos Godspeed You! Black Emperor e Beckie Foon (A Silver Mt. Zion) aos quais se juntaram recentemente dois ex colaboradores de Lhasa: Sarah Page e Andrew Barr. Os quatro conheceram-se nas sessões de gravação de “Lhasa”, o último álbum da cantora que viria a falecer pouco tempo depois.

Não há muitas palavras que possam ser partilhadas após a audição. Primeiro porque não consigo separar a música deste disco do seu propósito, da razão que levou estes músicos ao estúdio, e segundo porque este tipo de composição moderna e minimalista envolve o mesmo sentimento que a nossa capacidade de compreender a morte. A perspectiva de cada um varia, mas é retirando das situações, mesmo um luto sempre doloroso, que crescemos e compreendemos melhor a vida. Poucos músicos, arriscaria, foram elogiados e homenageados de forma tão matura e poética. Lhasa ficaria contente. No fim ela agradece.

Comentário

Comentar