Fantas sem coração

Aprecio imenso o facto de termos um festival desta dimensão na nossa cidade, aprecio, mesmo que por ano não me vejam em mais do que um ou dois filmes. O Fantástico não me diz nada, para mim o Fantasporto vale sobretudo para ver na tela filmes que de outra forma não os veria. Este ano apanhei o do Rohmer, não fui a tempo do Buñuel. Vi também o vencedor do melhor filme e é exactamente aqui que começa a minha crítica: como é que um filme como o Heartless ganha o prémio de melhor filme? O filme estão tão cheio de lugares comuns que até faz impressão, os outros candidatos tinham que ser realmente inferiores. Que credibilidade passa o festival lá para fora? É que não basta estar CONSTANTEMENTE a falar de subsídios, do Rivoliféria, etc etc etc. Não, acho que esse paleio, por muita razão que tenham, está gasto e já ninguém quer saber. E qual era a ideia de pôr o Rui Veloso a discursar? Senhores, sugiro que comecem por organizar a casa. Primeiro contratem sangue novo, há aí muita malta nova com talento e vontade de fazer muito e bem; melhorem e muito o aspecto do festival (site horrível e desactualizado, era ver a bilheteira cheia de remendos feito recados, muppies caídos…). E como se podem considerar um festival internacional se em filmes coreanos só têm legendas em português? Era ver a estrangeirada a sair ao fim de cinco minutos, já para não falar que aquelas legendas cá em baixo fora da tela onde um um gajo apanhando um metro e noventa à frente não vê nada. Mais, o meu bilhete do filme do Eric tinha um erro: É genou e não genau!!

Não estou a ser picuinhas, quero que o Fantas seja um grande festival de cinema. Repito, o discurso que os outros têm isto e nós nada não chega, é preciso concentrarem-se na essência do que é o festival: o cinema.
Termino reencaminhando-vos para a cobertura que o acordes fez: link

Comentários

Comentar
  1. O Cardoso

    Não fales mal do Rui Veloso que ainda apanhas um soco!

  2. naSum

    Por acaso estava para ir ver esse. O Heartless mas acabou por não dar. Tinha bom aspecto.

  3. quietdropsedit

    já nem me lembro mas acho que o filme fish tank ganhou qualquer coisa logo os critérios não devem ser assim tão maus. desconheço esse.

  4. Palmas pra Cena!

    Concordo plenamente André.
    Aproveito só para fazer uma correcção.
    A cobertura foi feita pelo Acordes e pela No Scene Visuals. http://www.myspace.com/noscenevisuals

    Ainda sobre o Fantas, o melhor filme para mim foi sem dúvida, "Boudu sauvé des eaux", do GRANDE Jean Renoir.

    Pedro A.

    Abraço.