FMI e o 25 de Abril


FMI é um texto de José Mário Branco, que este escreveu de uma vez só em 1979, aquando da primeira intervenção do Fundo Monetário Internacional no nosso país. O vídeo é da primeira actuação desta música de intervenção, que aconteceu em 1982, nas vésperas da segunda entrada do Fundo em Portugal.
José Mário Branco alerta, logo no início para os pormenores que podem já não ser actuais, mas é triste constatar que grande parte do texto tem razão de ser, ainda hoje, passados 37 anos depois da liberdade e da democracia.
O texto é catártico e há até quem diga que foi a primeira forma do rap em português, para depois desembocar numa manifesta raiva contra as “promessas de Abril”.

A certa altura José Mário Branco afirma que “nós somos um povo de respeitinho muito lindo, saímos á rua de cravo na mão sem dar conta de que saímos á rua de cravo na mão a horas certas”. E vocês, o que acham da revolução de 25 de Abril?
Acham que saímos a horas “certas”? Acham que uma revolução tão “pacífica” pode levar a uma nova mentalidade e a uma mudança de sistema de forma válida? Nestes tempos que correm, acham até que precisamos de uma outra revolução?

Podem ler todo o brilhante texto, assim como ouvir uma versão sem pausas da música aqui.

Comentários

Comentar