Grave Temple – The Holy Down (SNN72 2007)

Os Grave Temple são Attila Csihar (Tormentor, Mayhem, participação nos Sunn 0)))) , Oren Ambarchi e Stephen O’Malley (Khanate, KTL, Sunn 0))), três músicos que se juntaram para uma série de performances ao vivo em Israel durante o período em que este país estava a ser fustigado por atentados e guerras. Qual grupo de radicais, os Grave Temple não devem ser confundidos com os Burial Chamber Trio que consistem no mesmo line up mas com Greg Anderson em vez de Stephen O’Malley.
The Holy Down contém uma única música que se inicia num silêncio cerimonial, nos primeiros minutos apenas se ouvem pequenos ruídos. O manto negro que se vai erguendo lembra o drone-jazz dos Bohren & Der Club of Gore. Soltam-se tons graves lentos e as vozes ecoam os lamentos de um qualquer ritual tibetano. Surge electrónica subtil quase estática e o disco vai caminhando em passo fúnebre. Um silêncio que perturba pela tensão dos não-silêncios. As poucas guitarras são disconexas e sem levantarem o manto negro. Ouvem-se cortes vocais num Black Metal claustrofóbico. Os últimos minutos do disco são o erguer em direcção ao noise e pensámos no cenário perfeito para esta viagem – uma cidade a sangrar das bombas e das guerras, dos gritos e das mortes, uma cidade silenciosa e assustadora.

Comentários

Comentar
  1. ::Andre::

    eh pá, quero isto!!! lembro-me de ter lido que as familias não achavam boa ideia eles irem para lá e tal… bem lembrado sr pedro ;)

  2. ::Andre::

    também ando a descobrir oren ambarchi a solo. comecei pelo triste – sugestão do joão – mas ainda não entrou bem.

  3. ::Andre::

    já agora, “Sunn 0)))” deve ser o nome mais escrito neste fórum. gosto deles, não morro de amores mas gosto muito de certos álbuns, mas sem dúvida que tanto a própria banda como os seus elementos foram uma grande influência no metal mais alternativo.

  4. Pedro

    Tens razão André. Quanto ao Ambarchi também vou investigar melhor os discos dele a solo.

  5. Joao

    tentem tb a outra cena burial chamber trio está melhor a meu ver apesar de gostar mais do O’malley do k do greg anderson.