Grayceon – S/T [2007]

Descobri os Grayceon graças a algumas descrições e opiniões favoráveis que este disco de estreia estava a receber no progarchives.com. O prospecto de um álbum rock/metal progressivo interpretado por um trio composto por bateria, guitarra e violoncelo, afigurou-se interessante, e foi agradável constatar que o violoncelo não serve apenas para compor arranjos ou florear as composições, contribuindo e enriquecendo-as em partes iguais com os outros instrumentos, fornecendo uma força proeminente que torna o conjunto numa máquina efectivamente progressiva e com uma sonoridade única. A bateria é muito orgânica e a guitarra muito dinâmica, sendo que durante os 4 temas há vários carrosséis de intensidade, com algumas partes mais ríspidas e outras mais suaves encadeadas com mestria.
A confecção é crua, palpável e de execução primorosa, mas não sendo o bolo de digestão imediata, ao fim de algumas dentadas a sua singularidade torna-se extremamente saborosa… Isto é capaz de agradar a diferentes tribos de melómanos.

Comentários

Comentar
  1. naSum

    tu realmente tens dom para as criticas. sempre com trocadilhos bonitos e tal lol =P qto ao cd…não é para mim ou é ? lol

  2. ::Andre::

    ele se escrevesse em inglês já estava aí numa wire ou numa rolla ;)

    por falar nisso, nova rolla muito em breve oo/

  3. Crestfall

    pedro checka, nas num me parece :-p

    Estava na redacção da wire a servir cafés :-p