Jeremy Irons and The Ratgang Malibus – Bloom (2011)

É o disco que mais tem rodado por aqui nas últimas semanas. Este segundo álbum do quarteto sueco está simplesmente magnífico. Sem nunca esquecer os clássicos riffs talhados nos saudosos 70’s, “Bloom” apresenta, também, um belo manto atmosférico bordado pelo rock progressivo e psicadélico. Às costas de um instrumental verdadeiramente requintado e estimulante, vem uma aveludada voz que nos anestesia por toda a plenitude do disco.
É mais doce que mel.

Comentários

Comentar
  1. Scapegoatt

    Excelente recomendação. Adoro este disco. Tudo que for retro vindo da suecia é quase sempre bom. Eles tem uma capacidade impressionante de apanhar o vibe dos "golden years". Pesquisem a editora (sueca, claro)"Transubstans Records". Tem lá mta coisa boa.