John Peel – Margrave of the Marshes

Infelizmente só dei conta da importância deste senhor quando faleceu. Vai fazer dois anos em Outubro. Se para mim este livro foi maravilhoso e até então não tinha uma “relação” próxima, para os fãs e os que seguiram a carreira de Peel é sem dúvida essencial.
Em “Margrave of the Marshes” consegue-se sentir em cada palavra a sua paixão pela música e o seu entusiasmo pela vida. O seu humor “seco” e contagioso, as suas histórias, as suas desilusões, está tudo aqui. Ou quase tudo. A 25 de Outubro de 2004 quando John Peel faleceu no Perú, deixou muito para contar. Podia-se pensar que o livro perderia parte do seu valor ou interesse. Mas não. Sheila (ou “Pig” tal como carinhosamente era tratada por Peel) deu conta do recado e terminou o livro com a ajuda do resto da família. Eu confesso que esta foi a parte que mais me deu prazer em ler. Talvez porque só aqui tive noção do Homem que ele era, do Homem que ele foi…

Comentários

Comentar
  1. ::Andre::

    tenho mas ñ empresto, alugo. 0.23€ por página, são 420. faz as contas :P