More Than a Thousand @Porto-Rio 14.12.2007

Pelas palavras de nasum:
Não podia pedir mais para o concerto que, possivelmente, será o meu último do ano.

Chegados a um porto-rio com bastante gente, pouco passava das 22h e já actuavam os Men Eater. Apenas vimos 4 músicas e meia, entre as quais uma que foi dedicada ao pessoal de Braga, que, pelo que pude verificar, era muito. Sendo a terceira vez que via Men Eater no espaço de uns meses já não me encontrava muito empolgado. Estava sim, muito ansioso, pelo concerto de More Than a Thousand, parecendo uma eternidade o tempo que decorreu entre as duas bandas e até eles entrarem em palco. Já com o público a ficar impaciente, eis que começam a entrar os elementos da banda de Setúbal ao som de uma mistura hip-hop. Com o seu metal/rock/screamo explosivo abriram as hostes com a “The waves will come”. Mote para o inicio de uma grande noite no porto-rio. Passando por temas do novo “MAR” até aos temas mais antigos, compuseram uma setlist muito bem distribuída. Músicas como “Everyone, Everywhere,Everything Ends”, “Memories and Addictions”, “The red river muder”, “I woke up early on the day i died”, “The beautifull faces hide witches”, “the Hollow”, até um dos pontos altos da noite – “Trip to Gotham city”, sempre com a plateia a corresponder de forma entusiástica, cantando, berrando, moshando, crowdsurfundo. Para finalizar uma excelente actuação, nada como a “It´s the blood, there´s something in the blood”, tendo o público (e a banda) aproveitado as últimas energias para gerar o caos.
Não há dúvida que são actualmente das bandas do género em Portugal que gozam de mais popularidade, e justificaram bem porquê. Quando se vê todos os dias a saírem para o mercado tanta mas tanta banda estrangeira do género com tão pouca qualidade, como é possível este grupo não gozar da mesma popularidade lá fora? Enfim… tal como iniciei… não podia pedir mais. Grande concerto e voltem brevemente.

[Eu] Escreve assim quem esteve por dentro do olho da tempestade. No fim do concerto parecia que tinha acabado de tomar um duche. E eu partilho da opinião, grande concerto. E confesso que não achei o Vol.II grande espiga. Já comecei a mudar de opinião.

It´s the blood, there´s something in the blood
Everyone, everywhere, everything ends
I woke up early on the day I died
Hollow
The red river murder

Comentários

Comentar
  1. ::Andre::

    não é assim tão dificil :P

    ainda bem que se divertiram, é o que interessa oo/

  2. tremulant

    Eu já gosto bastante dos MTAT…e não pude ir a este concerto.
    Mas com essa descrição, ainda fico mais fod*** por não poder ter ido!!
    Espero vê-los brevemente, são realmente bons..e ao vivo ainda melhores!!

  3. ::Andre::

    eu estou a ser preguiçoso. vi-os em 2002 e como não é um som que me atrai muito ainda não espreitei um álbum deles…