Numa ilha….

tem de ficar 7 dias privados de qualquer tipo de tecnologia, de comodismos e daquilo que mais gostam.

Com esta premissa, embarcam no barco que vos leva lá e assim vos deixa ao vosso destino.

No primeiro dia, resistem bem, passeam por lá, descobrem todo o jogo de silêncios e sons da natureza,e acabam por, após terem digerido fruta fresca que descobriram, caírem em folhas de bananeira estendidas no chão e assim, adormecerem no meio da fauna que vos embala.

No segunda dia, após terem acordado, deparam-se com algo inesperado: ao vosso lado direito, um leitor de vinyl,alterado para apenas funcionar com luz solar, por isso, de noite, voltam a ter apenas contacto com o ambiente sonoro que vos envolve.

Do vosso lado esquerdo, um bilhete escrito, com 14 palavras.

“Tens 6 dias para descobrires a música que vais levar contigo para o caixão.”

Assim, sem mais nenhuma indicação, razões do qual irão sofrer este destino, irão rever toda a vossa memória buscando a música que não conseguem desligar-se, nem no momento onde noutro “barco” embarcam.

Então, do que estão á espera?

Descubram-na e digam-nos porquê.

IndieFrente

Comentários

Comentar
  1. david celtas

    tiny tim – living in the sunlight, loving in the moonlight

  2. Rodolfo

    não levo nenhuma para o caixão, quero ser cremado; de qualquer modo, não levo nenhuma para a pira, vai haver música lá do outro lado à minha espera…

  3. Saturnia

    Fico-me pelas orquestras celestiais que superam qualquer música terrena..
    (isto parece aqueles questionários do 9º ano)

  4. tak

    apita o comboio. vezes e vezes e vezes sem conta até morrer.