O guia essencial para ter uma banda de moderado sucesso

É certo que não sou conhecido pela minha perspicácia estonteante, mas a minha vida de melómano leva-me a ter um par de olhos decente na cara. Com isto, posso dizer, com um nível de novidade incrível e digna de um oráculo, que ter uma banda de sucesso, hoje em dia, é mais ou menos o mesmo do que agradar à comunidade que segue a Pitchfork. Ou ter uma banda de metal que consiga chegar aos tops da Decibel, da Alarm e da Rock-a-Rolla (já que aqui estou, por que não? Eu até gosto da revista).

Mas como eu não sou professor de música e não sei dizer como fazer uma banda boa, deixo aqui aquele que me parece ser o guia essencial para os que não acham a qualidade um parâmetro tão essencial para o que fazem quanto o êxito que podem ter:

1. Ter uma ideia boa do que se quer fazer e preparar-se para ficar sem ela no espaço de três anos

a. Caso não se tenha uma boa ideia, tentar imitar alguém que tenha tido uma boa ideia na década de 19(escolher a década em voga no ano em que lê o guia);

b. Caso não se conheça nenhuma banda da dita década, imitar uma banda que já o tenha feito;

2. Orientar a sua música para o público alvo mais importante: os nerds que passam horas na net;

3. Chatear o nerd norte-americano com um blogue de música, que conheceram numa arena de World of Warcraft, mas que era só razoavelmente bom porque tinha que ouvir música e escrever no seu blogue sobre isso para tentar engatar as gajas que conheceu num concerto indie;

4. Ser amigo da banda hip da cidade e tentar, desesperadamente, fazer as primeiras partes dos seus concertos para os amigos;

5. Ter um computador com uma maçã meio comida à mostra, para se mostrar que despreza as novas tecnologias, ao mesmo que demonstra um profundo conhecimento sobre a sua natureza;

6. Gravar tudo em casa e chamar ao resultado final mixtape (o que se estiver a chamar na altura).

Se dentro de um ano a banda que seguiu o guia não for um projecto de sucesso, procurem um professor de música para vos ensinar a fazer alguma coisa com os instrumentos; desistam e fiquem-se pelos concertos; desistam e façam um blogue sobre música, para mostrar o que aprenderam no ponto 1 e 2 e depois fazerem guias melhores.

Comentário

Comentar
  1. Das

    Pá, coitado do Pedro Rios. deixem o homem trabalhar.