One Hundred And Six Columns, Four Heads And One Table

Depois de Lisboa, esta exposição de João Leonardo subiu até ao Porto e estará patente na Galeria 11 (mesmo em frente ao Palácio de Cristal) até dia 29 de Outubro. Todos os trabalhos apresentados foram desenvolvidos durante uma residência artística na Alemanha e foram todos criados a a partir da colecção obsessiva de uma das categorias mais baixas de lixo: beatas de cigarros.

O artista recolheu, pacientemente, este lixo nas ruas de Bamberg numa intervenção que pode ser vista como uma performance contínua. Depois de um processo cuidadoso de inventariar as beatas em diferentes categorias, devidamente separadas pelos materiais que as constituem, e após um processo químico de destilação do tabaco o artista criou diversos objetos: esculturas figurativas realizadas com os filtros; pinturas feitas com nicotina líquida extraída das pontas de cigarro encontrados; duas peças resultantes da coleção meticulosa dos restos dos papéis de cigarro; um trabalho feito com maços de tabaco da série Calendar; e um díptico em vidro acrílico, com o mesmo tamanho do corpo do artista, cheios de cinza e de tabaco. Também na exposição se mostra a mesa usada pelo artista no seu estúdio que, desafiando a aura dos outros objetos, permite ao espectador aceder ao processo de produção.

Formalmente as obras são uma reminiscência do vocabulário e da estética dos movimentos modernistas, como a Arte Conceptual, a Arte Minimal e a Arte Povera. João Leonardo interage criticamente com esses antecedentes históricos, mas infundindo-lhes um traço pessoal, quase autobiográfico. Desde modo, o artista questiona veementemente o seu lugar na sociedade.

Mais info: Galeria 111

Comentários

Comentar