Os riffs de Jarmusch

De Neil Young aos Boris passando por Mulatu Astakte ou Earth, as escolhas sonoras do cineasta Jim Jarmusch revelam um bom gosto inigualável. O Sérgio, ex convidado do blog, alertou-me para mais uma saída do filme Broken Flowers: Se o filme já tinha Sleep e o mestre etíope acima referido, este detalhe – Prong e Danzig – ainda o torna mais delicioso.

Comentários

Comentar