palenque pakistani

Já aqui o disse: gosto muito destas viagens pela cultura musical de diversos países ou regiões. Recentemente fui até ao Brasil, Singapura e Vietname, e neste momento caminho pelas paisagens quentes colombianas e as idílicas do Paquistão. Não me identificando tanto com os sons típicos da América do Sul, alinhei nesta compilação pelo seu conceito: captar as raízes africanas, crioulas e champetas de 75 a 91 na música colombiana. Sonora e estilisticamente o resultado é muito interessante, preenche o seu espaço na história musical e não há oferta igual. Agora convinha um segundo volume com sons actuais para criar um exercício comparativo. Já a viagem paquistanesa não é tão específica numa época ou lugar, mas é talvez uma das melhores e mais ricas compilações do género. Por aqui encontra-se uma amostra geral da essência da música no Paquistão através de cânticos sufis, canções pop, canções seculares, canções romântico-ghazal… Um mimo!

Comentários

Comentar