Paulo Furtado e Gus Van Sant

A carreira de Paulo Furtado continua de vento em popa. O seu projecto Legendary Tiger Man é aplaudido pela crítica internacional e já chegou ao conhecimento de artistas consagrados a nível mundial. É o caso do realizador Gus Van Sant. O cineasta de “Milk” convidou o músico português a participar no seu próximo filme intitulado “The Lonesome Man”.
Van Sant comentou à Entertainment Weekly que Paulo Furtado é “um músico invulgar com uma personalidade que se adequa à personagem que quero desenvolver no meu filme. A sua música vai buscar inspiração às raízes da música americana, facto que também me interessa explorar”.
O músico português terá um papel secundário num filme que conta a história de um homem solitário que faz uma viagem de costa a costa dos EUA à procura de um sentido para a vida após um acontecimento traumático. A banda sonora será assinada pelo próprio (como entidade Legendary Tiger Man). O papel feminino, já confirmado, será interpretado pela actriz Rachel Weisz.
O filme começará a ser rodado em Julho próximo a tempo de estrear no festival de Cannes de 2011. Aguardemos, pois, por esta projecção auspiciosa de Paulo Furtado no cinema internacional!

Comentários

Comentar
  1. ::Andre::

    Se o Van Sant calha de ler isto… É uma bela ideia.

  2. Carlos

    Ouvi dizer que ele tinha sido abordado para fazer o último filme da saga Twilight. E não foi hoje.

  3. O Homem Que Sabia Demasiado

    Feliz dia das mentiras ;)

    Porém, o que o Carlos refere – sobre a possibilidade de Gus Sant realizar Twilight – é bem verídica. Só não se sabe é se vai ser concretizada.

  4. Carlos

    Li que a Meyer e o Pattinson queriam trabalhar com ele mas não vi nada sobre ele estar interessado. Não sei por que é que o Van Sant haveria de querer realizar um filme baseado num livro duma homofóbica que não sabe escrever nada e que contribuiu para uma campanha anti-casamento gay.

  5. Carlos

    Além de não passar de uma jogada para dar alguma credibilidade àquilo.

  6. ::Andre::

    Ele e a Coppola estavam na lista de possibilidades, não era? Acho que li isso no próprio blog do Victor, mas a ideia não me agrada nada…