Podem haver concertos todos os dias, mas esta semana álbum foi só um: In the Future

Eagle Twin e Pombagira, Anathema, Sun Araw, Ulver… Grandes noites, grandes concertos. Mas disco só foi um: o segundo dos Black Mountain, o “In The Future”. Foi uma espécie de banda sonora desta semana e uma espécie de recuperação antes de mergulhar a sério no novo Wilderness Heart.
Neste momento duvido que precisem de apresentações, se alguma banda alguma vez acrescentou um ar fresco aos sessentas e setentas essa banda são os canadenses Black Mountain. É para fãs dos Zeppelin à PJ Harvey passando até pelos Doors (teclados) ou uns Black Sabbath meets Pink Floyd em viagem cósmica. Neil Young também! Não interessa, é uma seca isto das comparações. E chamem-lhes revivalistas que eles não se importam, só não os confundam com essas merdas tipo Wolfmother. Indie rock progressivo cheio de energia e criativo com temas épicos despidos de preconceitos. E o artwork? Não tá lindíssimo? Vou ouvir o novo e já venho.

Comentários

Comentar