Porto

Jorge Silva

Porto is a very beautiful city, especially the downtown area known as Baixa. For those who do not know it, we advise a stroll and a beer or a glass of Port Wine at Ribeira near the Douro River, crossing D. Luiz Iron Bridge, and once in Gaia, most definitively, experience the enchantment of Porto’s sightseeing.
Near Hard Club, which is also an historic building (Mercado Ferreira Borges, a fine example of Portuguese iron architecture from the XIX century), you can visit the gothic architecture of Igreja de S. Francisco, filled with the richness of golden baroque carving, the neoclassic Palácio da Bolsa and wander around beautiful narrow alleys and picturesque streets…
A 5 Minutes’ walk will take you to Nicolau Nasoni’s baroque architecture of Torre dos Clérigos (if you can, don’t miss the chance of going up there), visit the Portuguese Photography Center at the neoclassic Cadeia da Relação do Porto, Livraria Lello and its amazing staircase, admire Rua dos Clérigos modernist architecture, the elegant Avenida dos Aliados and the stunning tile panels of Estação de São Bento… Go a little more upwards to visit Sé Catedral do Porto and Teatro Nacional de São João, play a game of cards with the locals at Praça da Batalha and plunge in Rua de Santa Catarina’s movement…
Take the subway to visit Casa-Rem-Koolhaas-da-Música and wander a bit more to Museu-Siza-Vieira-de-Serralves and its beautiful gardens. Don’t forget to visit the romantic garden of Palácio de Cristal and the famous art galleries of Miguel Bombarda Street.
Porto is an unique city and the only one where Amplifest could ever take place!

Jorge Silva


Jorge Silva

O Porto é uma cidade belíssima, principalmente a Baixa. Para quem não conhece a cidade, aconselhamos um passeio e uma cerveja/vinho do Porto na Ribeira contemplando o rio Douro, atravessar a ponte D. Luiz e, uma vez do lado de Gaia, encantar-se com as vistas d’A cidade.
Perto do Hard Club, também ele um edifício histórico (Mercado Ferreira Borges), é possível visitar a arquitectura gótica da Igreja de S. Francisco, recheada de talha barroca, o Palácio da Bolsa neoclássico e perdermo-nos em vielas estreitas… Caminhar uns 5 minutos para contemplar a arquitectura barroca da torre dos Clérigos (se tiverem tempo, subam lá em cima!), o Centro Português de Fotografia (na neoclássica Cadeia da Relação do Porto), a Livraria Lello, admirar a arquitectura modernista da rua dos Clérigos e da belíssima avenida dos Aliados, passar pela Estação de São Bento e subir até à Sé, ver o Teatro Nacional de São João, jogar às cartas com os velhotes na Batalha, apreciar o movimento de Santa Catarina…
Apanhem o metro e vejam a Casa-Rem-Koolhaas-da-Música, caminhem até ao Museu-Siza-Vieira- de-Serralves e aos jardins de Serralves, não se esqueçam do idílico Jardim Romântico do Palácio de Cristal e as famosas galerias de arte em Bombarda…
O Porto é uma cidade única e só aqui é que o AMPLIFEST poderia ter lugar!

Jorge & Vera*

Comentários

Comentar