Presidenciais

Não tenho memória de uma campanha presidencial tão desinteressante ou, se calhar, tão fora de timing. José Manuel Coelho é uma anedota típica portuguesa; Defensor Moura pode ter boas intenções, mas não me acredito nele; alguém que diga a Francisco Lopes que estamos em 2011; Fernando Nobre deve ser boa pessoa mas é um péssimo político e talvez faça mais falta ao mundo na AMI; Manuel Alegre uma desilusão, lamento imenso não ter tido visão nesta campanha; e Cavaco, o candidato conservador que gosta das mulheres como domésticas, que diz coisas como “não me sentiria bem com a minha consciência, num tempo em que são pedidos tantos sacrifícios aos portugueses, gastar centenas de milhares de euros por todo o país” e apresenta um orçamento para a campanha de mais de 2 milhões, que tem uma relação muito estranha com o BPN e a SNL, etc etC ETC será o nosso Presidente da República por mais um mandato. Não sei o que me aborrece mais, se a falta de bons candidatos ou ver Cavaco praticamente a passear por uma campanha “suave” e vencer as eleições. Temos mesmo que eleger um destes? Enfim, que seja em branco. Mas votem!

Comentários

Comentar