Programas de autor?


Enquanto mudava de cd, apanhei um pouco do Indiegente do Nuno Calado e fiquei a pensar: há vida na rádio pós-António Sérgio? Numa altura em que as estações vomitam playlists quais os programas de autor que ainda valem a pena?

Comentários

Comentar
  1. Susana Quartin

    Já apanhei duas vezes o programa do zé pedro e o coitado não tem jeitinho nenhum para a rádio :. Não me lembro de ouvir recentemente outro…

  2. António Pita

    A RUC tem alguns programas engraçados. Mas só chega a Coimbra…

    Há edição online, no entanto.

  3. Ricardo Guimaraes

    Eu sou suspeita, mas francamente programas de rádio que valem a pena ultimamente, para ouvirmos no rádio do carro, eu digo o Jazz com Brancas na Antena 2, de vez em quando ouve-se coisas interessantes, o Indiegente ou os Bons Rapazes, na área do Indie e do Folk, neste último, na área da música dita electrónica.

    Não é para gabar mas eu e o João já passamos artistas e bandas que não são, segundo a regra, para passarmos em rádio e tambémoutros artistas mais conceptuais e que requerem um ouvido menos "preconceituoso".

    Ouvir na rádio do carro estes artistas ou experiências sonoras, pode ser doloroso numa viagem longa ou então no tráfico rodoviário, por isso a selecção também deve ser criteriosa, mas imaginem-se a ouvir Sunn O))) ,Boards of Canada, Tim Hecker na auto-estrada, vazia, apenas com os candeeiros a iluminar-vos o asfalto….

    Isto já nos Estados Unidos não existe, confirmando-me o senhor Toby Driver, agora imaginem em Portugal.

    Em Portugal, as grandes editoras ainda falam muito mas muito alto.

    Ainda bem que as rádios universitárias dão a liberdade que dão a nível de escolhas musicais, já os programas de autor que existem, muito são de grande grande qualidade.

  4. Tiago Esteves

    Sinceramente, a internet qt a mim tirou importância à rádio. Antigamente ouvia a rádio para conhecer novas bandas, actualmente consulto a net para isso.

  5. Hélder Costa

    O programa do Nuno calado vale bem a pena, ele é o grande descendente do António Sérgio, o zé pedro pode não ter muito jeito para radialista mas tem uma cultura musica enorme, não se limita a ouvir música mainstream, ao contrário do q se possa pensar