Propostas para o fim-de-semana

JOZEF VAN WISSEM
Serralves, 18h
7,50€ / 3,45€

JOZEF VAN WISSEM é um alaúdista, compositor e improvisador, cujo trabalho pretende trazer uma verdadeira dimensão contemporânea ao instrumento renascentista, nunca esquecendo as suas raízes, técnicas e timbre únicos. Reconhecido internacionalmente pelas suas peças para alaúde compostas a partir de uma desconstrução radical de peças clássicas, composições em palindromas e espelho, improvisações e pontuais apontamentos de electrónica, Van Wissem cria música não restrita pelas regras, mas evocativa e experimental. Será provavelmente o único músico da actualidade a ligar as características típicas de um idioma nascido no século XVII e a improvisação do século XXI, cruzando ainda influências de Coil, Current 93 e Morton Feldman. Colaborador frequente de Tetuzi Akiyama, Gary Lucas e Elliot Sharp, é certamente um músico completamente único.

http://www.jozefvanwissem.com/
http://www.myspace.com/vanwissem
http://www.esquilo-records.com/

*************************************************************************

TUXEDOMOON + FENNESZ
Casa da Música, 23h
20€ / 16€

O Clubbing está de regresso à Casa da Música, trazendo à Sala 2 dois grandes nomes da música experimental internacional. A mítica banda norte-americana Tuxedomoon, fundada em São Francisco por Blaine Reininger (violino e guitarra) e Steven Brown (saxofones e teclados), em 1977, mantém-se como um ícone do avant garde. Com Peter Principle (baixo) e Luc Van Lieshout (trompete), já na Europa, foram pioneiros na fusão do rock e do jazz com a electrónica. Ao longo de 30 anos, criaram êxitos incontornáveis como No Tears, In a manner of speaking e Desire, com sonoridades que passam pelo pós-punk, new wave e pelas bases electrónicas primitivas com influências étnicas, pop ou clássicas. Os Tuxedomoon apresentam esta noite o novo álbum Vapour Trails. Entre a guitarra e o computador, Fennesz cria um universo sonoro único, baseado na electrónica mas com referências que vão da canção pop à música concreta ou sinfónica. Transcendendo as limitações ou a linguagem idiomática do instrumento, o músico austríaco explora o discurso improvisado sobre material gerado digitalmente. Christian Fennesz tem mantido, a partir de Viena, colaborações com vários músicos de vanguarda, com destaque para Ryuichi Sakamoto – este ano foi editado o álbum Cendre, em dueto, pela Touch – ou o trio Fenn O’Berg.

http://www.myspace.com/tuxedomoon
http://www.myspace.com/fennesz
http://www.casadamusica.com

*************************************************************************

[Edit – para hoje]
Equaleft + BudHi
Fábrica de Som, 23h
3,50€

http://www.myspace.com/equaleft
http://www.myspace.com/budhiband

Comentários

Comentar
  1. João

    amanha ha rafael toral e tiago sousa mais 2 cenas random na zdb tb

  2. Pedro

    Ainda não consegui atinar com as cenas do Rafel Toral… de qualquer forma ainda me falta conhecer algumas coisas.

    Hoje vou ver Fennesz.