Prostituição nos discos

Todos sabemos que no meio musical há uma série de intermediários, uns úteis e outros de valor duvidoso, mas esta é nova para mim. Comprei um disco bem barato num site de leilões português e quando o recebo em casa reparo que vinham dois pacotes. E o que era o pacote interior? O disco num envelope lacrado com uma morada canadiana, ou seja, o vendedor comprou-o super barato, talvez aproveitando-se do câmbio favorável, para o colocar à venda logo de seguida sem sequer se averiguar do que tinha em mãos. Rendeu-lhe uns cêntimos, se tanto… O disco, esse está impecável e o que o vendedor não deve saber pois, lá está, nunca abriu o envelope, é que é a edição japonesa. Vale quatro vezes mais daquilo que gastei.

Comentários

Comentar