runas e discos

Fiquei muito contente com o convite dos amigos da Amplificasom, apesar de ter algum receio de não me enquadrar nas tendências musicais habituais aqui do estabelecimento.

Quem me conhece sabe que sou do tipo experimental e que gosto de testar situações.

Ora bem, decidi experimentar uma coisa que pode ser interessante: vou tentar ilustrar o Futhark Antigo completo com músicas/canções que estejam relacionadas ou, de algum, modo sejam significativas ou significantes (nem que seja para mim).

Assim, e começando pelo início com uma excepção, hoje falarei da primeira runa mas não haverá uma canção.

A runa feoh está ligada a três deuses: Frigg, esposa de Odhin, Freyr e Freyja irmãos e amantes.
Estes deuses estão ligados à fertilidade e com esta, vem usualmente a riqueza.

Nela surge o gado como símbolo da riqueza móvel, que se potencia pela circulação.

Hoje não há música mas há um disco: All Bees to the Sea dos Taint. É a versão limitada (e esgotada) a 200 exemplares em vinil amarelo – que simbólico, dourado como o ouro.
Por motivos que não interessa referir, esse disco veio parar-me às mãos mas a verdade é que não gosto dele musicalmente.

Aproveito e ilustro a feoh pelo exemplo, que é sempre um bom método pedagógico. Imagino que entre os leitores daqui, haja por aí um interessado em ficar com este disco… certo?

Não o quero vender não se preocupem, pelo contrário, quero dá-lo.
Ask, and you shall receive.

O primeiro a comentar fica com o disco. Fair enough?

Comentários

Comentar
  1. david celtas

    para onde mando a morada?

    agora sempre que leio sobre runas lembro-me destes tipos: http://www.myspace.com/wardruna. belo disco, o do ano passado.

    quanto aos taint, gostei muito do concerto no bracara há uns 2 ou 3 anos (ano de monarch e grey daturas, 2007?)

  2. Crestfall

    Bem bindo xôr Rodolfo.

    Começas logo por ilustrar sem música e ainda por cima ofereces um disco dos Taint!

    Sábado vêmo-nos no Coliseu? :D

  3. ::Andre::

    Um gajo convida e os outros é que ficam com os discos, tá bonito isto :)

  4. O Cardoso

    A nanar??? Devia era estar a emborcar Jesuitas. Isso sim!

  5. Susana Quartin

    Por acaso ouvi esse EP há uns tempos e a impressão com que fiquei não foi muito boa :.

  6. ::Andre::

    Sou o único gajo que tem cds em casa ainda com celofane?

  7. Rodolfo

    Susana: pois, eu não gostei mesmo e assim sendo, mais vale dá-lo a quem goste.

  8. Susana Quartin

    A ideia com que fiquei é que eram uma tentativa de Big Business falhada. Um dia experimento ouvir outra coisa que não o EP.