Sentenced – Buried Alive DVD

1989-2005.

Haveria título mais apropriado para o primeiro e último DVD dos Sentenced?
O derradeiro testemunho da existência da banda e do seu inevitável fim.
As cerimónias fúnebres já tinham sido iniciadas com o lançamento de “The Funeral Album”, prosseguindo a procissão com as actuações em festivais e clubes locais (Finlândia), e culminando com a despedida no concerto realizado no Club Teatria na sua cidade natal (Oulu) no dia 1 de Outubro de 2005.
São precisamente as filmagens desse concerto que vamos encontrar no 1º disco deste DVD. Mais de um ano depois. Com uma boa imagem e um bom som, as 25 músicas que abrangem quase todas as suas edições discográficas e que perfazem 2 horas de actuação, são interpretadas com muito suor e não deixam muitos motivos para os enlutados se queixarem, pois sendo o fim da banda uma inevitabilidade com a qual terão de conviver até a sequência natural de eventos os conduzir ao seu próprio fim, ficam, através deste documento, com um bela recordação. Eu também fico com a recordação do concerto no Soares dos Reis em ’95 na tour do Amok [continua a ser o meu disco preferido] com Tiamat + Samael + Hypocrisy, em que o “Noose” era já o símbolo da banda. Para algumas das pessoas presentes no Club Teatria o momento deve ter sido particularmente emocional, durante os créditos até aparece uma rapariga a chorar!
De referir que como prenda especial chamaram Taneli Jarva para interpretar os “seus” temas – The War Ain’t Over, Nepenthe, Northern Lights, The Way I Wanna Go, Dance on The Graves.
O 2º disco está recheado de coisinhas interessantes. Daquelas que é suposto fazerem parte dos extras. Documentários sobre a procissão funerária, as sessões fotográficas e de autógrafos, a festival tour e club tour, entrevistas, todos os videoclips, uma galeria fotográfica bastante extensa e a discografia. Só é pena o material ser todo recente e não incluírem algumas gravações mais antigas que eles possam ter escondidas em algum baú. Os documentários sobre as Tours são particularmente interessantes, o álcool é uma presença constante e na festival tour aparece o Fernando Ribeiro dos Moonspell a enviar um “Saúde”!.
A edição especial vem embrulhada num digi todo bonitinho e inclui 2 CDS exactamente com o mesmo alinhamento do DVD. Não lhes devo dar muito uso, mas fazem parte de um bom item de colecção.
Até nunca. RIP.

Comentários

Comentar