Somewhere in Time – Circulus

Da página da RiseAbove:
“Filled with visions of feckless scarecrows, errant knights and the quiet joys of candlelight, the debut full-length album (The Lick On The Tip Of An Envelope Yet To Be Sent) by these medieval minstrels, Circulus , gave those brief hot summer months of 2005 a soundtrack of ancient wind instruments, 70s Moog synthesisers and ghostly harmonies.Now they are back and have moved five centuries into the future, creating a Baroque-Rock album of the highest caliber. Clocks are like people should see Circulus jump forward in terms of success as well as era’s.”

Desta vez o Lee Dorrian passou-se. Não estou a ver como é que os Circulus se enquadram no catálogo da Rise Above. Pelo menos no que à música diz respeito, porque pelo lado alucinogénico consigo facilmente compreender a familiaridade com a casa.
O Psych-baroque-folk-medieval-fantasy-rock gravado por estas entidades é um bocado estranho, a flauta irrita por vezes, mas ao fim de umas rodadas até que se entranha.
Encontro por aqui um bocado de Nick Drake (Velocity Races), Sopor Aeternus (To the Fields), Porcupine Tree (Reality’s a Fantasy), e provavelmente vou encontrar outras coisas, sejam elas reais ou meras fantasias :-s

Info: http://www.myspace.com/circulus

Comentários

Comentar
  1. ::Andre::

    Não conheço a banda nem a editora. Vou ter esta sugestão debaixo do olho…

  2. Crestfall

    Oh oh sacrilégio!
    2 discos do ano passado que até deves ter gostado: Capricorns e Taint

  3. ::Andre::

    Por acaso gostei desses que falas. Capricorns é do meu campeonato e Taint tinha um baixo do caraças. Ñ fixei a editora…