TOP 2014

2015
Obrigado a todos (quase uma centena) que participaram. As listas de final do ano são isto: partilharmos o que ouvimos, descobrirmos os discos que nos passaram ao lado e, acima de tudo, desfrutá-la. Os vossos/ nossos (sim, também participamos) favoritos de 2014:

1 – Swans – To Be Kind
2 – YOB – Clearing the Path to Ascend
3 – Have a Nice Life – The Unnatural World
4 – Earth – Primitive and Deadly
5 – Ben Frost – A U R O R A
6 – Sun Kil Moon – Benji
7 – Bohren & Der Club Of Gore – Piano Nights
8 – Mono – The Last Dawn / Rays Of Darkness
9 – Godflesh – A World Lit Only By Fire
10 – Pallbearer – Foundations of Burden
11 – Old Man Gloom – The Ape Of God
12 – Scott Walker & Sunn O))) – Soused
13 – Mamiffer – Statu Nascendi
13 – Wovenhand – Refractory Obdurate
14 – NOTHING – Guilty of Everything
14 – THOU – Heathen
15 – Sharon Van Etten – Are We There
16 – Marissa Nadler – July
17 – Run the Jewels – RTJ2
18 – Aphex Twin – Syro | A Silver Mt. Zion – Fuck Off Get Free We Pour Light On Everything
19 – Sunn O))) & Ulver – Terrestrials
20 – Mogwai – Rave Tapes + Todd Terje – It’s Album Time
21 – Menace Ruine – Venus Armata | Wrekmeister Harmonies – Then It All Came Down
22 – Opeth – Pale Communion | Wreck and Reference – Want
23 – Angel Olsen – Burn Your Fire For No Witness
24 – FKA Twigs – LP1 | Jakob – Sines
24 – HHY & The Macumbas – Throat Permission Cut
25 – Mirel Wagner – When the Cellar Children See the Light of Day

É giro perder algum tempo e verificar que no top 5 estão 3 bandas que passaram no Amplifest (no total de 6 em todo o top – já agora, Downfall of Gaia surgiria no 27º lugar e Pharmakon no 32º) o que, sem vaidade alguma, podemos dizer que antecipamos o ano no alinhamento desta última edição. Encontramos ainda o Aaron Turner (Mamiffer e Old Man Gloom) e os Sunn O))) com dois discos cada no top 20, tal como vocês desejamos que passem cá em breve; o terceiro lugar dos Have a Nice Life só surpreende quem não os conhece; a nacionalidade é um fronteira que na música não existe, apesar de encontrarmos apenas uma banda portuguesa (o debut dos Macumbas) tínhamos todos várias nos nossos tops (Sensible Soccers, Black Bombaim, Mão Morta, Dead Combo..); a editora Profound Lore destaca-se com três discos, mas seguem-se várias com dois (Mute, SIGE, Southern Lord, JAGJAGUWAR, SubPop); Justin Broadrick repete a presença no top em dois anos seguidos, 2013 com Jesu e agora com Godflesh…Já agora, se tiverem curiosidade, este foi o vosso top de 2013.

Um excelente 2015 para todos nós \m/

Comentários

Comentar