Saiu para Comprar Cigarros e Nunca Mais Fumou: Uma igreja minimalista

Há uma igreja em Helsinki onde parece que cristo entrou sem a cruz. Desenhada por Heikki e Kajja Siren, a capela de Otaniemi é das mais pequenas da cidade e famosa por ter uma parede de vidro através do qual se pode ver num jardim e, vigiada por árvores, a cruz. O cenário minimalista causa algum impacto, sobretudo para católicos: não há altares, estátuas, santos. Só bancos de madeira e um tête-à-tête com a cruz. É interessante a experiência, sobretudo porque a cruz é, ao mesmo tempo, omnipresente por circunstâncias arquitectónicas e, pelas mesmas, tornada inacessível, o que potencia a experiência religiosa.

Um fenómeno de intensidade semelhante sucede noutros templos protestantes da capital, quer na Catedral, quer na igreja de Temppeliaukio – desenhada pelos irmãos Tuomo e Timo Suomalainen no interior de uma rocha. Depois de digerido o impacto arquitectónico, o minimalismo presta o melhor serviço à religião: espaço vazio e contemplação.

Comentários

Comentar
    • Nuno Beirão Vieira

      Sim, Tiago a igreja foi talvez a que mais gostei. A cidade ainda não a conheço suficientemente bem para saber o que me provoca.
      A ver nos próximos meses!