Comentários

Comentar
  1. Nuno

    Não puxa…

    no caso de me estar a falhar algo:
    há alguma bootleg por aí com o concerto de Isis no Sá da Bandeira?

  2. Ocelot

    Estou com grandes expectativas em relação à segunda edição deste festival. Estou mesmo ansioso por saber que mais bandas vão ser anunciadas. No entanto se não for pedir muito: Meshuggah, Novembre, Amorphis, Swallow the Sun. Ghost Brigade, Pain of Salvation, Sun Caged,Vanden Plas ou YOB. Sei que é quase impossivel a maior parte das bandas que mencionei virem a Vagos, mas penso que se enquadravam perfeitamente num festival como o Vagos Open Air.

  3. naSum

    Para já também não vou lá de propósito. Carcass só ouvia por causa do meu irmão quando ele metia. Gostava muito das letras e das capas lol. Kamelot nunca achei piada.

  4. Filipe

    CARCASS!!!!!!!!! é só daquelas bandas que mais queria ver, vou tentar ir a esse dia pelo menos se o cartaz não me agradar de resto. Os carcass são deuses, e sonhei em ve-los em 2008 em Portugal com outros deuses os At the gates, infelizmente nem um nem os outros.

  5. Filipe Santos

    Kamelot mal conheço e pelo que ouvi… não é a minha praia! Carcass é porreiro claro, alta banda! Era agora acrescentarem 3 bandas que por mim já era o suficiente para ser o verdadeiro festival português de 2010: Amorphis, Hypocrisy e Six Feet Under! Era bonito era …. mas enfim, não me parece! …

  6. Filipe Santos

    Ah!!! A ver se melhoram as condições gerais do evento, uma vez que a sua primeira edição (2009) foi completamente desorganizada. A nível de condições gerais, foi sem dúvida o pior evento que fui na minha vida. Foram 3 dias em que a higiene e o conforto praticamente não existiram. Casas de banho incrivelmente nojentas. Filas imensas para os banhos tb do pior. Último dia não haviam chuveiros nem barracas para comprar água. Os transportes para Aveiro foram praticamente inexistentes. A única coisa fixe foi o recinto do campismo (foi razoável …), bem como os preços de comes e bebes. Enfim… com certeza as pessoas que ficaram lá acampadas têm noção de tudo isto, mas há sempre alguém do contra que diz que estava-se bem (claro!!!! há sempre um!!), mas a minha experiência em eventos musicais acho que é suficiente para saber o que são boas e más condições.

  7. Nuno Lobão

    Conto marcar presença uma vez mais. Só por Kamelot já vale bem a pena ;)

  8. Celular Espião

    Adorei o conteúdo do seu site. Aproveite e visite o meu site http://www.celularespiao.org Conheça este incrível celular batizado de Telefone Espião. A única maneira de você fazer uma escuta de celular. Funciona de modo discreto e grava todas as chamadas recebidas e efetuadas do celular alvo. Lista todas as chamadas com numero, dia, duração da ligação, e hora. Vendemos o celular em duas versões para sua escolha.

  9. Tiago Esteves

    FDX CARCASS…n sei se estarei cá nessa altura, mas se estiver é certo que vou ver Carcass dass..o que eu ouvi estes gajos :D

  10. Leandro de Sousa Bastos

    Para já as duas bandas dizem-me pouco, principalmente Kamelot (vou ali vomitar e já volto)… Mas acredito que no próximo ano o cartaz seja tão bom, ou melhor do que o da primeira edição. E se for ao nível deste ano, estou lá de certeza.

    E já que estamos numa de pedir, curtia que os Meshuggah fossem os Cynic do próximo ano. Mas Meshuggah é díficil… Opeth, apesar de já ter vindo cá em Outubro, acho que se enquadrava bem no espírito de Vagos. Enslaved também era engraçado.

    Para a banda que traga uma gaja a cantar (pareceu ser carimbo da organização de Vagos) apostava em Nightwish ou banda da Liv Kristine… Apesar de me passar tudo ao lado!

  11. Ocelot

    Ia para mencionar After Forever, mas infelizmente essa banda já não está em actividade.

  12. Saturnia

    Leandro tudo menos essas!!

    Realmente as condições não foram as mais favoráveis ainda estou para ver quando é que os festivais/portugueses (tirando os que são para as grandes massas) começam a pensar na "qualidade de vida" (se é que podemos usar esta expressão). Podiam utilizar o Wacken como um exemplo de condições. É obvio que vamos pela música (infelizmente cada vez menos) mas tratarem-nos como gado BASTA (pensem na Mafalda quando lerem o basta).
    Este ano fiquei a acampar no parque de campismo da Vagueira mas muitos se queixaram das condiçoes do festival.
    Apenas posso falar do próprio recinto com muita lacunas básicas.
    – o chão uma miséria (aproveitem para plantar algo verde) e consequentemente a nuvem de pó
    – falta de iluminação após os concertos
    – cartazes a apelar ao ambiente e ao bom civismo (deitar o copo de cerveja ao lixo ou utilizar o mesmo copo várias vezes nunca fez mal a ninguém) sei que sou chata nestas coisas mas…

    Convém dar os meus parabéns pela iniciativa e pelo bom cartaz que nos propuseram mas ser a primeira edição não é desculpa para a fraca qualidade de acolhimento.